Porto Alegre ganha espaço dedicado ao paisagismo e à arte

Porto Alegre ganha espaço dedicado ao paisagismo e à arte

"Terra Verde & CO" abre ao público nesta quinta-feira, com a exposição "Organicidades", que reúne obras de 38 artistas e homenageia Britto Velho

Correio do Povo

Um jardim de esculturas ocupa a área externa e é um dos maiores de uma galeria privada do Rio Grande do Sul

publicidade

Um espaço onde natureza e obras de arte se encontram. Esta é a proposta do  Terra Verde & Co (rua Juncal, 40), que abre ao público amanhã, a partir das 10h, no bairro Vila Ipiranga. Unindo paisagismo, esculturas e outras obras de arte, a estreia do local será com a exposição "Organicidades", com curadoria de Anaurelino Corrêa de Barros Netto e que pode ser conferida até 28 de janeiro de 2022.. 

O Terra Verde & Co reúne em mais de 2 mil metros, quadrados criações paisagísticas e obras de arte. Um jardim de esculturas ocupa a área externa e é um dos maiores de uma galeria privada do Rio Grande do Sul. Internamente, são mais de 400 metros quadrados de área construída, onde arte e arquitetura estão presentes. O empreendimento nasce de uma parceria entre Carmen Dornelles e Natália Cunha, mãe e filha que trabalham na execução de projetos de paisagismo na construção civil, residências e ambientes corporativos. Entre seus clientes estão a Cia Zaffari, Melnick Even, Maiojama, CFL, Cyrela, Knijink, Ivo Rizzo, Rio Novo e outros importantes players do mercado imobiliário.

 “Depois de 25 anos de experiência nessa área agora realizo um sonho, de criar um grande ambiente de paisagem e arte”, conta Carmen. “É o primeiro espaço com esse conceito em Porto Alegre. Além do objetivo de oferecer todas as soluções para o paisagismo interno e externo, propomos uma exposição permanente de obras de arte para compor todos os tipos de espaço”, resume. A ideia é que os jardins sejam um espaço de exposição com esculturas e obras de arte para inspirar arquitetos e construtores a criar belos ambientes, onde a natureza esteja integrada”, destaca Natália Cunha, que também executa projetos de paisagismo e é uma das sócias do empreendimento. “Associar peças de arte às paisagens as tornam únicas e muito mais expressivas”, conclui. Para 2022, o local, que funciona de segundas às sextas, das 10h às 18h, e sábados, das 10h às 13h, já tem duas novas atrações programadas

Organicidades
 A primeira exposição reúne esculturas e telas de 38 artistas, prestando homenagem a Britto Velho e tendo Erico Santos como artista convidado. Eles chegaram a produzir obras especiais para a mostra, assim como alguns dos participantes.  “Organicidades fala de como as estruturas orgânicas influenciaram a criação dos artistas ao longo da história”, resume o curador. Participam: Ana Andueza, Ana Lúcia Homrich, Beatriz Balen Susin, Britto Velho, Cho Dorneles, Clayton Ferreira, Clara Koury, Débora Irion, Eliane Abreu, Elisa Zattera, Erico Santos, Eron Teixeira, Fernando Lima, Geraldo Markes, Graça Craidy, Guto Rubin, Helena Stainer, Hidalgo Adams, José Kanan, Kira Luá, Lena Kurtz, Leo Mathias, Leonardo Loureiro, Lucio Spier, Maria Tereza Albano, Marília Fayh, Mauri Menegotto, Paulo Abenzrragh, Paulo de Araújo, Renato Cardoso da Silva, Ricardo Aguiar, Ricardo Cardoso, Rogério Livi, Rogério Maduré, Sobral, Susane Kochhann, Suzana Albano e Ubiratan Fernandes.

 

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895