Prefeitura lança edital para selecionar empresa responsável pelo Carnaval de Rua 2020
capa

Prefeitura lança edital para selecionar empresa responsável pelo Carnaval de Rua 2020

Festa começa no dia 1º de fevereiro e segue até 8 de março

Por
Correio do Povo

Este será o segundo ano em que o Carnaval de Rua de Porto Alegre será realizado a partir de editais

publicidade

A Prefeitura de Porto Alegre lançou, nesta quarta-feira, o edital para selecionar a produtora responsável por organizar o Carnaval de Rua 2020. A ajuda de custo para os blocos que se credenciaram será bancado pela empresa no valor de R$ 3 mil. A festa terá início no dia 1º de fevereiro e segue até 8 de março, sempre aos sábados, domingos e feriados. 

Segundo o prefeito Nelson Marchezan Júnior, este será o segundo ano em que o Carnaval de Rua de Porto Alegre será realizado a partir de editais. "Como resultado, ganhamos credibilidade, e tenho certeza de que repetiremos o sucesso do ano anterior. Para este ano, ampliamos o número de eventos e de regiões, e os qualificamos”, destacou.

Marchezan afirmou também que todos os cuidados com a segurança e a infraestrutura foram pensados e discutidos.

O Carnaval de Rua 2020 vai mobilizar 12 regiões descentralizadas da capital gaúcha. O secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse, observa que, em 2019, 260 mil foliões participaram dos eventos de rua, que foram realizados em circuitos centralizados e descentralizados. 

"Para este ano, o Ministério Público recomendou que os desfiles dos blocos carnavalescos durassem os quatro dias de Carnaval. Isso foi aceito, e também concordamos com o pedido da Brigada Militar de que não houvesse eventos programados para o miolo da Cidade Baixa", disse, acrescentando que o percurso traçado vai da Praça Garibaldi até a avenida Aureliano de Figueiredo Pinto. 

Edital 

As empresas interessadas em se habilitar devem atender ao edital publicado em edição extra no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) dessa terça-feira. Entre as exigências, está oferecer banheiros químicos, sinalização para bloqueio de trânsito, UTIs móveis e plano de proteção de áreas verdes, parques e monumentos. 

O prazo para credenciamento dos Blocos de Rua encerrou em 7 de janeiro com a inscrição de 27 blocos. Os eventos na Cidade Baixa ocorrerão com aqueles que comprovarem origem e tradição no bairro. 

Circuitos

• Cicuito Cidade Baixa: Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto – Praça Garibaldi, somente com blocos que comprovarem origem e tradição no bairro, conforme critérios do Edital de Credenciamento.

• Circuito Centro Histórico: Havendo interesse de blocos e circuito aprovado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

• Circuitos descentralizados: 12 regiões descentralizadas receberão eventos comunitários de Carnaval.