Produções brasileiras participam do 26º Festival Internacional de Cinema de Punta del Este

Produções brasileiras participam do 26º Festival Internacional de Cinema de Punta del Este

‘Pérola’, dirigido por Murilo Benício, abre a programação, no dia 23 de fevereiro, e o diretor Jorge Furtado, ganha homenagem

Correio do Povo

'Pérola', dirigido por Murilo Benício e estrelado por Drica Moraes, abre a programação do festival

publicidade

A 26ª edição do Festival Internacional de Cinema de Punta del Este, no Uruguai, com realização de 23 a 29 de fevereiro, exibirá longas-metragens de ficção e documentários uruguaios e produções internacionais.

O filme brasileiro “Pérola” tem exibição hors concours na sessão de abertura, dia 23, a partir das 20h, com a presença do diretor Murilo Benício e da atriz Drica Moraes. Outras três produções brasileiras participam do festival. Na categoria de longa-metragem ficção estão “A metade de nós”, de Flavio Botelho, e“Pedágio”, de Carolina Markowicz, já entre os longas documentais concorre o filme “Black Rio! Black Power!”, de Emílio Domingos.

Prêmios

Os títulos vencedores do gênero ficção receberão as estatuetas do Prêmio Mauricio Litman de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz e Melhor Ator. Já o Prêmio Sea Wolf é dedicado aos documentários. Em ambos os casos, cinco jurados representantes do audiovisual e cultural latinoamericano escolherão os melhores em cada categoria. O público também poderá votar e escolher o melhor trabalho.

Como em todos os anos, os títulos serão exibidos em diferentes teatros de Maldonado e Punta del Este com acesso gratuito: Sala Cantegril, teatro da Casa de Cultura de Maldonado, no espaço externo do Teatro Margarita Xirgú e no Grupocine de Punta del Este.

Homenagem a Jorge Furtado

Fora de competição, na programação paralela, o festival apresenta a Mostra Especial Jorge Furtado, uma homenagem ao premiado diretor da Casa de Cinema de Porto Alegre. Para celebrar sua carreira e trajetória, o evento exibe seis de seus mais de 50 filmes: “Mercado de Notícias” (2014), “Saneamento Básico” (2007), “Meu Tio Matou Um Cara” (2004), “O Homem Que Copiava”(2003), “Houve uma Vez Dois Verões” (2002) e “Ilha das Flores” (1989).

Jorge Furtado e a esposa e produtora Nora Goulart já confirmaram presença e estarão em Punta del Este para acompanhar a mostra.

Conheça abaixo os filmes em competição

Longas-metragens de ficção
‘A metade de nós’, de Flavio Botelho, Brasil
‘Alemania’, por María Zanetti, Argentina
‘Como el mar’, de Nicolás Gil Lavedra, Argentina
‘El otro hijo’, de Juan Sebastián Quebrada, Colômbia
‘Mamacruz’, por Patricia Ortega, Espanha
‘Mi tía Gilma’, de Alexandra Henao, Venezuela
‘Pedágio’, de Carolina Markowicz, Brasil
‘Penal cordillera’, de Felipe Carmona, Chile
‘Todo el silencio’, de Diego del Río, México
‘Una luz afuera’, de José Luis Elizalde, Uruguai

Longas-metragens documentais
‘Adentro mío estoy bailando’, de Leandro Koch e Paloma Schachmann, Argentina
‘Black Rio! Black Power!’, por Emílio Domingos, Brasil
‘Decir adiós’, por Carolina Sá, Uruguai
‘Los últimos’, de Sebastián Peña Escobar, Paraguai.
‘Me río de las olas’, de Azeneth Farah, Bolívia/México
‘Víctor Heredia: Quiero volverme tiempo’, de Maximiliano González, Argentina


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta deste domingo, dia 3 de março de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895