Record comemora o sucesso nas multiplataformas

Record comemora o sucesso nas multiplataformas

Jornal da Record é sucesso no Tik Tok, com mais de 152 mil seguidores; portal R7 teve crescimento de 40% dos acessos e contabiliza mais de 76 milhões de usuários/mês

Jornal da Record está há cinco meses no Tik Tok e já ultrapassou os 152 mil seguidores


publicidade

A Record é um sucesso em multiplataformas durante os meses de pandemia. Os acessos ao portal R7, do Grupo Record cresceram cerca de 40% entre março e abril. São mais de 76 milhões usuários ao mês. Um dos impulsionadores desta grande demanda é o Jornal da Record. Em fevereiro, o JR ganhou perfil no aplicativo Tik Tok e já ultrapassou a marca de 152 mil seguidores. No YouTube, o JR cresceu 21% nos primeiros seis meses do ano em relação ao 1º semestre de 2019. A adesão do jornal ao TikTok reforça o perfil multiplataforma dos produtos da família JR, concebidos não só para a TV aberta, mas nos ambientes digitais, ampliando alcance de público. Todo o conteúdo é criado pela equipe do telejornal, com foco nas particularidades de cada uma das plataformas. Por isso, o JR no TikTok tem estilo informal, com doses de humor. No Twitter, a conta do JR, em março, em um dia, teve mais de 2,3 milhões de visualizações.

 

Para a diretora executiva de Multiplataforma da Record, Cláudia Caliente, a pauta é sempre trazer informações de qualidade. ”Temos a importante tarefa de atualizar assuntos que impactam a rotina das pessoas e, por isso, sempre pensamos em disponibilizar nosso conteúdo em vários canais: Record TV, YouTube, Instagram, TikTok, Facebook, Twitter, Portal R7 e PlayPlus. Temos ampla cobertura sobre o coronavírus com editoria específica no Portal R7. O nosso papel neste momento é fazer diferença e trazer matérias bem apuradas, com  linguagem simples e direta, levando informação e serviço”, ressalta Cláudia. Segundo ela, no jornallismo, foram pensados novos produtos digitais como a “Live JR” exibida no YouTube, que traz entrevistas com políticos e autoridades e já alcançou mais de 4 milhões de visualizações em uma das edições. “No entretenimento, lançamos a Live e o Podcast da ‘A Hora das Venenosas’, produtos de grande repercussão e sucesso, além de outras lives como uma de humor com o Carioca e lives com cantores como Fernando & Sorocaba, Diogo Nogueira e Fábio Jr. A do Fábio Jr. registrou mais de 28 milhões de impactos que levaram mais de 5,4 milhões de pessoas a se conectarem em multiplataformas”, aponta.

Cláudia Caliente, diretora executiva de Multiplataforma da Record. Foto: Edu Garcia / Record TV / CP

 

Cláudia observa que a conectividade aumentou durante o confinamento e a oferta de novos  produtos, com mais conteúdo ao vivo, acabou gerando mais engajamento e interações. “Nesta semana lançamos a websérie ‘Chá das Três’, com Sabrina Sato, Ticiane Pinheiro e Mônica Carvalho, cada uma em sua casa falando sobre autocuidado, bem-estar e vivências neste contexto de confinamento. Promovemos ainda o lançamento da plataforma Virtz, com o propósito de disseminar informações positivas, reais e transformadoras. E agora teremos mais uma extensão de conteúdo deste produto com estreia prevista para a próxima semana, que é o podcast “PodVirtz”, apresentado pela jornalista Camila Busnello, sempre com convidados diferente e repercutindo histórias de solidariedade e empatia”, observa.

 

PORTAL R7

 

Sobre o portal R7, Cláudia Caliente lembra que a Comscore publicou o ranking de multiplataformas de maio e destacou o Portal R7 com a maior audiência do segmento de Economia no Brasil. “Temos mais de 27 milhões de usuários acessando mensalmente o portal, em busca de informações sobre economia. São mais de 76 milhões de usuários ao mês e mais de 320 mil seguidores no Facebook. As matérias ligadas ao dia a dia são responsáveis por cerca de 70% dos acessos e detém o maior tempo de navegação. Notamos, ainda, aumento de acessos exponencial em relação a assuntos ligados ao auxílio emergencial do Governo e IRPF. O R7 apresentou um crescimento de 40% de usuários únicos, o acesso em tráfego direto no portal aumentou em 50% e o tempo gasto no portal cresceu 10%. Além do conteúdo do JR, o crescimento também foi impulsionado pelas editorias de saúde, internacional e economia. Tivemos um aumento importante na audiência, o que mostra que o público, especialmente em momentos importantes como o que estamos vivendo, busca o jornalismo profissional de qualidade”, finaliza.

 

JR NO TIK TOK

 

A diretora de Planejamento Transmídia da Record TV, Bia Cioffi, lembra que o Tik Tok foi uma plataforma de aposta de conteúdo a um público novo, mais jovem. “O Jornal da Record é o primeiro jornal feito no Tik Tok no Brasil e hoje já conta com mais de 152 mil seguidores. Começamos há cinco meses na plataforma, querendo entender a linguagem e com o desafio de entregar notícias neste formato. A solução foi: o JR no Tik Tok hoje é feito, pensado e criado por um time da geração Z, que são os estagiários do jornalismo da Record TV, nativos da plataforma. E estamos muito contentes com o resultado! O estilo de conteúdo por lá é bastante informal, com música, humor, leveza, mas sem perder nunca a característica mais importante do Jornal: a credibilidade”, aponta Bia. Numa época de fake news, ela destaca o papel de curadoria do jornalismo profissional. “O JR tem uma verdadeira franquia de produtos, incluindo as Lives JR, em duas edições semanais exclusivo digital; o “JR Entrevista”, diário e com exibição multiplataforma, que recebe autoridades políticas; entre outros. Estamos atentos ao que o nosso público tem interesse, consome enquanto conteúdo e nos pede pelos meios digitais. Assim, surgem os novos produtos do JR”, salienta.

 

Bia Cioffi, diretora de Planejamento Transmídia da Record TV. Foto: Antonio Chahestian / Record TV / CP

 

A jornada transmídia do JR com extensões de conteúdo exclusivo digital, desde outubro de 2019, são destacados por Bia Cioffi. “O projeto inclui boletins exibidos ao longo de toda a programação, com transmissão multiplataforma; atualização constante (24h) de noticiário nas redes sociais que levam sua marca; uma escalada exclusiva no digital, antecipando o que irá ao ar na edição principal do programa, às 19h45min; atualizações diárias dos stories dos perfis do telejornal no Facebook, Instagram e YouTube, com vídeos de repórteres das 108 emissoras em todo país, valorizando o conteúdo regional. Mais recentemente, demos início às lives semanais e entrevistas para debater o cenário político e econômico do país. Temos ainda outros conteúdos exclusivos no digital, como extras das matérias que são exibidas na TV; memes no Twitter e um podcast do JR, que pode ser acessado em agregadores de streaming, no PlayPlus e até mesmo na Alexa”, frisa.

 

NOVIDADES

 


Em time que está ganhando se mexe sim. Bia Cioffi destaca que muitas novidades estão vindo por aí. “Em breve, teremos a estreia do ‘JR Trade’, um formato multiplataforma, com Sérgio Aguiar entrevistando um grande nome do mercado publicitário, além de outros produtos como ‘JR Business’ e o ‘JR Agro’. O JR é um telejornal sempre em movimento. No crescimento registrado no R7, a vertical mais acessada foi justamente a ‘JR 24h’, registrando aumento de cerca de 67% em abril e 43% em maio, comparado aos primeiros meses do ano de 2020. Estamos trabalhando para que a informação chegue com relevância e atinja todos os públicos, pelas mais diversas plataformas”, finaliza Bia.