Série celebra a produção artística de mulheres

Série celebra a produção artística de mulheres

“O Feminino e a Arte”, promovida pelo Sesc RS, traz programação on-line desta quinta até domingo

Vídeo “Viúvas - Performance Sobre a Ausência” será lançado hoje, às 22h, a partir do espetáculo do Ói Nóis Aqui Traveiz, com comentários da atriz Tânia Farias, integrante do grupo.

publicidade

O projeto Arte Sesc – Em Casa Com Você pretende, através de uma programação diversa, provocar a reflexão sobre lutas que permanecem necessárias serem ditas e sempre lembradas, acerca do papel feminino nas artes. Partindo da pesquisa do Museu de Arte de São Paulo (Masp), realizada em 2017, que apontou apesar das mulheres terem conquistado espaço no meio artístico, mas ainda lutam pela igualdade, em um mundo em que apenas 6% das obras em exposição são de mulheres, mas 60% das pinturas com nus são femininos, visa alcançar avanços, através da série “O Feminino e a Arte”. Desta quinta até o próximo domingo serão realizadas inúmeras atividades gratuitas, através do Youtube e Facebook @sescrs. 

A agenda abre hoje, às 20h, com bate-papo literário reunindo as escritoras Lilian Rocha e Atena Beauvoir, com mediação de Nanni Rios, abordando as obras das escritoras, a liberdade de escrita e suas práticas de criação, contextualizando o momento de isolamento em que vivemos. Na sequência, às 22h, será lançado o vídeo comentado do espetáculo “Viúvas - Performance Sobre a Ausência”. A atriz Tânia Farias falará sobre a encenação de 2011, do grupo Ói Nóis Aqui Traveiz, que mostra mulheres lutando pelo direito de saber onde estão os homens que foram mortos ou desaparecidos na ditadura. Ambas as atividades terão transmissão pelo Youtube do Sesc/RS (www.youtube.com/sescrs). 

Amanhã será a vez da Batalha Slam Peleia - Das Gurias, às 20h, com a participação de quatro poetas gaúchas e uma mineira. E a partir das 22h, do ator Silvero Pereira apresentar reflexões e informações sobre o processo de criação do espetáculo “BR Trans”, que estreou em 2013 e circulou pelo Brasil. A encenação, que foi criada a partir de depoimentos coletados em conversas com travestis, transexuais, transformistas e demais pessoas da comunidade LGBTQIA+ de Porto Alegre, traz à cena histórias sobre exclusão e violência, presentes no cotidiano desta população. 

O final de semana traz como destaque as performances musicais. No sábado, a cantora Tati Portella apresenta o show “Impermanência”, às 20h e domingo, o show de Valéria Barcellos traz diversidade e identidade de gêneros, preconceito e racismo como temáticas de seus espetáculos, a partir das 18h. Também fazem parte da programação, neste sábado, a oficina de escrita com Ana Mello, às 11h, composta por Minicontos para quem curte prosa e Poetrix, para os amantes da poesia. Serão abordados temas como criatividade, onde buscar inspiração e como criar uma rotina de escrita. No mesmo dia, a partir das 15h, tem bate-papo literário com as escritoras Anna Mariano e Valesca de Assis.  Já no domingo será aberta a exposição virtual “Gostem ou Não - Artistas Mulheres no Acervo do Margs”,  que estará disponível para visitação on-line até 27 de novembro, pelo site www.sesc-rs.com.br/exposicaogostemounao

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895