Suspense estilo Agatha Cristie e drama israelense ganham destaque entre as estreias desta quinta
capa

Suspense estilo Agatha Cristie e drama israelense ganham destaque entre as estreias desta quinta

“Entre Facas e Segredos” narra história de um romancista encontrado morto após seu aniversário

Por
Marcos Santuario

"Entre Facas e Segredos" conta com elenco de peso

publicidade

Um suspense ao estilo Agatha Christie é o que está em estreia na tela, a partir desta quinta-feira, com a produção “Entre Facas e Segredos” (“Knives Out”), do aclamado escritor e diretor Rian Johnson. Com filmes como “A Ponta de um Crime”, “Looper: Assassinos do Futuro” e “Star Wars: Os Últimos Jedi” em seu currículo, Johnson faz um resgate do suspense.

O diretor chega agora homenageando a mente misteriosa da escritora britânica Agatha Christie, com uma história atual e repleta de reviravoltas, reunindo crime e mistério, em que todos são suspeitos. Vale lembrar que Agatha Christie ficou conhecida como “Rainha/Dama do Crime” e, durante sua carreira, publicou mais de 80 livros com o clima de suspense, alguns sob o pseudônimo Mary Westmacott. 

Na trama do filme de Johnson, um renomado romancista, Harlan Thrombey (vivido por Christopher Plummer), é encontrado morto logo após seu aniversário de 85 anos. Um detetive vivido por Daniel Craig entra em cena. Inquisitivo e charmoso, o detetive Benoit Blanc é recrutado de forma misteriosa para investigar o caso. Começam as investigações, que incluem a família disfuncional de Harlan e sua equipe dedicada.

Depoimentos vão tecendo uma rede de mentiras, que tenta enredar o detetive, que segue seu caminho para descobrir a verdade por trás da morte prematura de Harlan. No elenco da trama estão Chris Evans, Ana De Armas, Jamie Lee Curtis, Don Johnson, Michael Shannon, Toni Collette, Keith Stanfield, Katherine Langford e Jaeden Martell.

História premiada

Outra estreia internacional nas telas de cinema a partir de hoje é do filme vencedor do Urso de Ouro no 69º Festival Internacional de Cinema de Berlim. Trata-se de “Synonymes”, um longa-metragem franco-israelense que tem a direção e roteiro de Nadav Lapid (o mesmo realizador de “A Professora do Jardim de Infância”).

O drama, que também ganhou o prêmio da Federação Internacional de Críticos (Fipresci), conta a história de Yoav, um jovem israelense, que viaja para Paris, auxiliado por seu fiel dicionário franco-israelense, esperando que a França e os franceses o salvem da loucura de seu país.

O jovem Yoav chega à Cidade Luz determinado a extinguir suas origens e se tornar francês. Para isso abandona a língua hebraica e se esforça de todas as maneiras para encontrar uma nova identidade. O filme trata de forma muito atual, mas com um tom importante de humanidade, a temática da imigração, e da busca por novas possibilidades.

No elenco de “Synonymes” estão os nomes de Tom Mercier, Quentin Dolmaire e Louise Chevillotte. O diretor Navad Lapid nasceu em Tel Aviv em 1975. Estudou filosofia na Universidade de Tel Aviv e cinema na Sam Spiegel Film & Television School, em Jerusalém. Dirigiu os curtas-metragens Border “Project” (2004), “Road” (2005) e “Emile’s Girlfriend” (2006). Estreou na direção de longas com “Policeman” (2011), que venceu o Prêmio Especial do Júri do Festival de Locarno. 

Confira com mais detalhes as estreias desta quinta-feira: