Temer lamenta morte do cineasta Nelson Pereira dos Santos

Temer lamenta morte do cineasta Nelson Pereira dos Santos

Cineasta morreu aos 89 anos vítima de câncer de fígado

AE

publicidade

O presidente Michel Temer lamentou a morte do cineasta Nelson Pereira dos Santos, por meio das redes sociais. "A cultura brasileira está de luto. Perdemos hoje um dos mais importantes e premiados cineastas do País, Nelson Pereira dos Santos. Ele levou para a tela as mais importantes obras da nossa literatura", disse o presidente, em seu twitter, ressaltando que "o seu cinema retratou fielmente o âmago do povo brasileiro".

O cineasta morreu neste sábado aos 89 anos. Às 17 horas, a família confirmou a morte, em consequência de um câncer de fígado diagnosticado há 40 dias. Diretor de filmes fundamentais da história do cinema brasileiro, como "Rio, 40 graus" (1955) e "Vidas secas" (1963), Santos realizou os últimos longas em 2012, os documentários musicais "A música segundo Tom Jobim" e "A luz do Tom". Além de dirigir, era também roteirista de seus filmes.

Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quinta-feira, dia 18 de julho de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895