Vídeos abordam relação entre mãe e filha no isolamento

Vídeos abordam relação entre mãe e filha no isolamento

‘Conversa de Risco: Mãe e Filha na Quarentena’ é um projeto de Bob Bahlis

Vera Pinto

Atriz, socióloga e advogada Vera Amaral

publicidade

Isolamento social, mudança de comportamento  e angústias de um futuro incerto são assuntos abordados em “Conversa de Risco: Mãe e Filha na Quarentena”, vídeos de aproximadamente 3min, com poemas e pequenos monólogos. A concepção, texto e direção são assinados por Bob Bahlis, que futuramente utilizará este material na criação de um espetáculo, pós-quarentena, quando os teatros forem reabertos. Dez vídeos já estão prontos e editados, sendo colocados no ar a partir deste dia 25, sempre nas segundas, quartas e sextas-feiras, às 9h, no site www.conversaderisco.com.

Em formato de videochamada, os vídeos foram criados na quarentena, a partir da necessidade de se comunicar. Vera Amaral interpreta a  mãe, que mora em Porto Alegre e recebe ligações curtas da filha, vivida por Ângela Ponsi. Sem se verem há dez anos, elas tiveram último contato no Natal de 2018 e com a quarentena, se surpreendem com as mudanças de cada uma. Outras personagens aparecerão na trama, como Leco (José Henrique Ligabue), o namorado da mãe, que entra no 6º episódio, interagindo com as duas.  Além das postagens, a página “Conversas de Risco” contará com espaços para discussões sobre relacionamento e comunicação durante o isolamento, entrevistas e comentários de pessoas.

Bob Bahlis está desenvolvendo novos textos durante o isolamento. Seu curso de teatro, na Cia. De Arte, foi cancelado, assim como a temporada de “Um Certo Capitão Fernando” pelo interior do Rio Grande do Sul foi adiada e a estreia de uma peça com as crônicas de Luís Fernando Veríssimo, prevista para julho. Vera Amaral atuou como socióloga e após cursar Direito, no Ministério Público RS. Após se aposentar, em 2018, voltou-se para a palhaçaria e mais tarde fez curso de Drama, com Bahlis. Arquiteta e urbanista de formação, Ângela Ponsi transita no universo virtual como escritora independente, ilustradora, designer gráfica e gestora de redes sociais, com a fanpage Live Cultura e Bonde Histórico. No momento está fundando uma plataforma online de publicação, a Conto Literatura e se aventurando pelo teatro, para se reinventar durante a fase de isolamento.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895