Três homens e um destino

Três homens e um destino

Prefeitos de Roca Sales, Encantado e Muçum enfrentam desafios sobre-humanos após duas catástrofes em 60 dias.

Sergio Seppi

publicidade

Ao serem empossados, o destino ofereceu aos prefeitos Amilton Fontana, de Roca Sales, Jonas Calvi, de Encantado, e Mateus Trojan, de Muçum, a mais extraordinária das recompensas de um cidadão: servir à população de seu município. Mas a fatalidade impôs um desafio árduo e excessivo, de enfrentar, resolver e minimizar as consequências de duas catástrofes climáticas num intervalo de 60 dias e uma crise humanitária de proporções inimagináveis.
Fazendo uma analogia cinematográfica, os três prefeitos são os protagonistas de um filme com um roteiro imposto sobre tragédias entre as maiores defrontadas pelo Estado. Agora se espera tenha um final feliz, com a reconstrução de vidas e patrimônios.

Nestas calamidades, os dramas pessoais impactaram pelos relatos emocionados de salvamentos, alagamentos e destruição. Tudo num ambiente de tristeza e desolação.

Foram horas de agonia de moradores e autoridades diante da impotência de, num primeiro momento, realizar o resgate de pessoas ilhadas, pedindo socorro, barcos, botes e até helicópteros. Tudo num cenário sem energia e comunicação, impedindo o contato entre familiares, forças de segurança e voluntários.

Estas catástrofes, ainda difíceis de dimensionar, caíram como uma hecatombe nos gestores, que tentam administrar estruturas e orçamentos que não têm condições de suportar gastos urgentes e prioritários. Neste enredo cinematográfico, por mais dedicados que os servidores públicos e voluntários sejam, não possuem conhecimento e experiência para o enfrentamento adequado dos problemas com a rapidez e as necessidades dos atingidos.

Os três prefeitos que estão à frente da confrontação dos problemas, sem a aura do heroísmo dos filmes, merecem a condescendência da população. Não está faltando abnegação e empenho na tentativa de solucionar as carências e as emergências.

Amilton Fontana, Jonas Calvi e Mateus Trojan sofrem com a natural e compreensiva pressão física e psicológica das populações para responder às complicações e decorrências das calamidades.

A história vai reservar a esses prefeitos, neste filme da vida real, o protagonismo principal. Serão os principais personagens de quem o destino elegeu para liderar o reerguimento de Roca Sales, Encantado e Muçum.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895