capa

Mais de 400 cachorros aguardam família

Por

publicidade

Ao chegar no Canil Municipal de Gravataí, não se assuste com tanto barulho. É que a casa de passagem está abrigando mais de 400 cães. Eles latem e pulam na expectativa de chamar a atenção das possíveis novas famílias. Mas, enquanto eles não vivem esta nova realidade, a equipe, que inclui além dos funcionários da Prefeitura mais quatro voluntários, continua cuidando com carinho dos Pets.

Há cerca de 20 dias, a Prefeitura deu forma a nova ala para paraplégicos, uma extensão da reforma feita em 2013. Por enquanto, sete cachorros estão alojados no campo de areia montado, facilitando o deslocamento de uma ponta à outra. O Canil modelo da região metropolitana também instalou nesta semana mais oito novas câmeras de vigilância, que auxiliam no reconhecimento de pessoas que levam os animais para serem atendidos e não os buscam.

Embora aconteçam estas casualidades, o aumento no número de cuidados animais cresceu desde o começo do ano. São cerca de 300 consultas por mês. Nas segundas, terças e quartas-feiras, das 9h às 12h, os animais podem ser atendidos sem agendamento prévio, porém os seus donos devem estar portando documento com foto e comprovante de renda de até dois salários mínimos. Para outros dias, é necessário agendar com o Canil no telefone 3486.0229, assim como as castrações em cães e gatos, feitas sempre na primeira segunda-feira dos mês.

Uma nova vida para cavalos

O Canil Municipal abriga atualmente cerca de 15 cavalos que no passado foram vítimas de maus tratos. Para adotá-los, a equipe traça um perfil do interessado para assegurar que os animais tenham uma vida melhor. Dentro desta apuração, a equipe visita o morador para verificar se as condições são adequadas aos animais que servem apenas para manter a grama do pátio e não para montarias, por exemplo.

Adotar é melhor que comprar

Uma das iniciativas do Canil Municipal é promover as Feiras de Adoções nos espaços públicos. Nesta sexta-feira, 07, acontecerá mais uma na Praça da Bíblia, das 9h às 16h. Os animais são castrados e dos mais variados portes, incluindo os recém-nascidos filhotes dos cães comunitários, aqueles animais cuidados pela equipe, mas que não vivem no Canil.

Se a adoção ocorrer na Feira ou na sede, o interessado deve ter em mãos um comprovante de endereço e RG. O Canil fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 17h, na Estrada Cabeleira Bitelo, 271, Costa do Ipiranga, e pode até levar os cães para suas novas casas, na impossibilidade dos donos transportá-los.