Sempre ao seu lado
capa

Sempre ao seu lado

Cadela passou a morar no cemitério depois de "reencontrar" o dono falecido há 18 meses

Por
Luciamem Winck

publicidade

Uma cachorrinha é a prova viva do amor incondicional de um cão por seu dono, no caso, o ex-vereador de Imbé, Beto Caçapa. Fazem 18 meses que ele faleceu, mas sempre é lembrado por amigos e familiares como "uma pessoa que amava os animais". Era apaixonado por cavalos, cachorros, pássaros e aves. Em sua existência, os animais sempre se sentiram amados por ele. Eis que ele morreu. E seus familiares passaram a zelar por seus "filhos peludos e de penas" na chácara localizada nas imediações do cemitério onde foi sepultado.

Foto: Arquivo Pessoal / CP

Entre os bichinhos, a que mais aparenta ter sofrido com a ausência do tutor foi a cachorrinha "Cadela", que vivia as voltas de Beto. A saudade do "pai" era tão intensa que ela sumiu. Após dias de procura pela mascote, ela foi encontrada. Para a surpresa da família de Beto, depois de muitas escadapas sem descobriu o lugar onde a cachorrinha buscava o aconchego, acabaram por encontrá-la. Estava dormindo junto à sepultura do seu eterno tutor. 

Raras são as pessoas que visitam o cemitério e não se emocionam com a cena. Cadela passa a maior parte do tempo junto ao túmulo, como se estivesse reverenciando aquele que, em vida, só lhe deu amor. E no local ameniza a tristeza da separação. 

(Colaboração de Renato Dias, do Jornal Correio do Imbé)