Crise financeira
capa

Crise financeira

"A Odisseia dos Tontos" mostra grupo de pessoas tentando recuperar suas economias na Argentina de 2002

Por
Chico Izidro

O astro Ricardo Darín (E) é o protagonista do longa baseado no livro "La Noche de la Usina", de Eduardo Sacheri

publicidade

Quem aí se lembra quando o Plano Collor sequestrou as poupanças em 1990? Pois bem, em nosso vizinho, a Argentina, as crises financeiras são mais comuns, e em 2002 um plano deixou muitos hermanos a ver navios, com suas economias desaparecendo da noite para o dia. E é isso que trata o filme "A Odisseia dos Tontos" (La Odisea de los Giles), direção de Sebastián Borensztein, e que tem o astro Ricardo Darín como protagonista. O longa é baseado no livro "La Noche de la Usina", de Eduardo Sacheri.

No vilarejo de Alsina, vivendo uma séria crise, com a maioria dos moradores tendo abandonado o lugar. O desemprego impera e o dono de um posto de gasolina, Fermín (Darín) e a mulher, Lidia (Verónica Llinás) resolve chamar um grupo de amigos para comprar alguns silos abandonados em uma propriedade agroindustrial e criar uma cooperativa, na esperança de gerar renda e também empregos. Só que eles precisam levantar a quantia, de 300 mil dólares, para fazer a compra. Assim, cada um dos investidores vai colocando uma quantia. Porém, tudo somado dá um pouco mais de 150 mil dólares.

Por segurança, Fermín deposita o dinheiro em um cofre no banco da provincia. O gerente do banco, dias depois, oferece a possibilidade de um empréstimo para completar a quantia necessária para a compra dos silos. Mas para tanto, o dinheiro deve aparecer na conta pessoal de Fermín. Ao fazer o depósito, ele não sabia o que aconteceria horas depois: um novo plano econômico do governo decidiu sequestrar as economias dos argentinos.  

O protagonista entra em choque e passa a ser acusado por alguns investidores. Mas no decorrer dos acontecimentos, Fermín descobre que algumas pessoas receberam informações privilegiadas e se apoderaram dos dólares dos trabalhadores.

Então de drama a história vira uma comédia das mais inteligentes, pois os moradores lesados decidem unir forças e descobrir quem foi o espertalhão que está com o dinheiro deles - que por justiça, deve ser recuperado. O grupo de tontos é formado, e em meio a muitas trapalhadas e espertezas, vão em busca da grana.

A história é espertíssima, com uma narrativa simples, mas inteligente. E os hermanos são experts em contar tramas humanas, com cuidado esmerado na reconstituição de época. Além do sempre ótimo Ricardo Darín, o elenco conta com ainda com as excepcionais participações de Verónica Llinás, Luis Brandoni, Chino Darín (filho de Ricardo na vida real e no filme), Rita Cortese, Daniel Aráoz e Andrés Parra como o empresário vigarista, que roubou a grana dos "tontos".

Leia demais posts do blog