Poderes do Espaço
capa

Poderes do Espaço

O jovem que vem do Espaço e acaba adotado por um casal no EUA, descobre que tem poderes especiais em "Brightburn: O Filho das Trevas"

publicidade

O subtitulo do filme realmente não ajuda. Logo o espectador se dá conta que o jovem em questão em "Brightburn..." não é filho das trevas, mas sim filho do Espaço. Mas isso acaba sendo também um detalhe, pois o mal que o jovem, vivido por Jackson Dunn na puberdade, começa a praticar depois de descobrir que tem poderes especiais, é realmente coisa muito ruim. Mortes, mutilações e sangue invadem a tela.

Aquilo que começa quando uma criança alienígena cai no terreno de um casal da parte rural dos Estados Unidos, e eles decidem criar o menino como seu filho, se tranforma num circo de horror, com situações que remetem ao suspense e à violência. O jovem adotado, quando descobre sua origem, tem as reações humanas potencializadas ainda mais. E o que poderia transformá-lo em um herói, acaba dando força para aterrorizar a pequena cidade onde vive, se tornando uma força obscura na Terra. Pode produzir até reflexão sobre adoção, verdades e mitos. Mesmo em se tratando de um ser não totalmente humano.

Destaque para o casal adotante, vivido por Elizabeth Banks e David Denman. El ainda mais intensa naquel papel de mãe superprotetora e extremamente amorosa. Sem dúvida um olhar de horror para a mitologia do Superman, com o qual o jovem alienígena do filme de David Yarovesky faz uma analogia importante.