Dia da Mulher: filmes dirigidos por cineastas brasileiras ganham exibição no CineBancários

Dia da Mulher: filmes dirigidos por cineastas brasileiras ganham exibição no CineBancários

"A Porta ao Lado", "Quando Falta o Ar" e "Mato Seco em Chamas" ficam em cartaz de 9 a 15 de março

Camila Souza

publicidade

Em homenagem à vida e à luta das mulheres, que ganha especial destaque no mês de março, o CineBancários (General Câmara, 424) vai exibir três filmes dirigidos por cineastas mulheres. De 9 a 15 de março, o cinema exibe a estreia de "A Porta ao Lado", dirigido por Julia Rezende, e de "Quando Falta o Ar", de Anna Petta e Helena Petta, além de manter em cartaz o filme "Mato Seco em Chamas", codirigido por Joana Pimenta (que divide a direção com Adirley Queiros). Com perfis artísticos diferentes entre si, as diretoras e seus filmes representam, de forma inovadora, arrojada e consistente, a mulher no cinema nacional.

Oitavo filme da diretora Julia Rezende, "A porta ao Lado" aborda os limites de um relacionamento e temas como fidelidade, traição, amor e paixão. O longa-metragem conta a história do encontro dos casais Rafa (Dan Ferreira) e Mari (Letícia Colin), que vive um casamento monogâmico e estável, e Fred (Túlio Starling) e Isis (Bárbara Paz), que mantém uma relação aberta. A proximidade com os novos vizinhos desperta em Mari uma série de desejos e dúvidas, e o encontro dos quatro faz com que todos repensem suas escolhas.

Já o filme "Quando Falta o Ar", dirigido pelas irmãs Anna Petta e Helena Petta, acompanha o trabalho dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) em diferentes regiões do Brasil, enquanto lutavam para salvar vidas durante o auge da pandemia de Covid-19. O documentário mostra a intersecção entre saúde, religiosidade, desigualdade e racismo estrutural ao redor do país, abordando a pandemia com foco no cuidado, revelando a face humana da luta coletiva contra o vírus. As diretoras destacam mulheres que enfrentam os maiores desafios de suas carreiras.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895