Roberto Melo: "O mais difícil foi recuperar a confiança do torcedor no clube"
capa

Roberto Melo: "O mais difícil foi recuperar a confiança do torcedor no clube"

Por

publicidade

Melo explicou que a demora para contratar um meia se deu pela necessidade de acertar no reforço - Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP


Roberto Melo: O conselho deliberativo do Inter é muito rico… Talvez não tenham experiência no futebol, porque não tiveram a oportunidade de estar aqui ainda, mas têm muitos que se dedicam, que estudam, se qualificam e acompanham o futebol. Tenho certeza que muitos poderão ajudar o Inter quando solicitado. O Inter sempre teve grandes dirigentes. Prefiro não indicar um nome, para não ser injusto, mas temos grandes colorados que poderiam ocupar o cargo.

Eu e o Marcelo Medeiros temos conversado que ali na frente, aqui no Inter, deve ter uma coisa boa me aguardando. Temos certeza disso, pois quis o destino que a gente fosse ser dirigentes do departamento de futebol em dois dos momentos mais difíceis da história do Inter. Em 2013, quando o Inter ficou o ano inteiro sem estádio, e agora, em 2017, quando foi rebaixado. Isso traz dificuldades, a pressão enorme, mas também nos dá experiência e maturidade para em outros momentos termos a capacidade de fazer as coisas acontecerem. Temos a convicção que vamos retornar para a Série A, estamos consolidando um bom trabalho. Ali na frente, acho que grandes conquistas nos esperam, pois foram dois momentos muito difíceis. Acreditamos que o destino está nos guardando alguma coisa muito boa na frente. Mesmo nestes momentos difíceis, não tivemos medo das missões e enfrentamos de peito aberto, com muita seriedade e serenidade. Ali na frente vamos colher o fruto disso tudo.