Uruguai aguarda pelos brasileiros de “braços abertos”, diz vice-ministro de Turismo
capa

Uruguai aguarda pelos brasileiros de “braços abertos”, diz vice-ministro de Turismo

Benjamín Liberoff aproveitou a Expointer 2019 para divulgar potenciais turísticos de seu país

Por
Luciamem Winck

Liberoff lembrou que as praias uruguaias são belas e dotadas de acessibilidade total

publicidade

O vice-ministro de Turismo do Uruguai, Benjamín Liberoff, aproveitou a Expointer 2019 para divulgar os potenciais turísticos de seu país. Em sua rápida visita ao Rio Grande do Sul, Liberoff informou que os moradores e governantes dos 19 departamentos do Uruguai aguardam pelos brasileiros, de “braços abertos”, durante o período de veraneio no Brasil. Lembrou que as praias são belas e dotadas de acessibilidade total, com destaque para a Parada 8, em Punta del Este, idealizada para cadeirantes. O vice-ministro aproveitou ainda para falar sobre a Lei de Incentivo ao Turismo e sobre programas de apoio aos estudantes, professores e adultos “mais velhos” (como definem os idosos)

Como funciona a Lei de Incentivo ao Turismo no Uruguai?

O desconto para turistas estrangeiros no Uruguai foi prorrogado para até abrir de 2020. Nesse período, contas de restaurante e locação de carros pagas com cartão internacional (de crédito, débito ou pré-pago) terão um desconto de 22%, relativos ao estorno de Imposto ao Valor Agregado (IVA), que corresponde ao ICMS no Brasil. O decreto expirava em 31 de outubro, mas resolvemos prorrogar sua vigência até 30 de abril. Deixamos de arrecadar 25 milhões de dólares anualmente com a medida, mas se perdemos de um lado, ganhamos por outro. Se o turista vier de carro, quando cruzar a fronteira ganhará desconto especial de 23% no combustível, desde que realize o pagamento de maneira eletrônica.

De que maneira ocorre esse abatimento?

As contas nos restaurantes e locadoras vêm com IVA incluído. Na hora do pagamento, a maquininha reconhece quando o cartão é internacional e aplica o desconto, que vem discriminado no recibo final. No caso de locação de carros, o desconto só vale para locações pagas no Uruguai. Locações pré-pagas fora do Uruguai não recebem a devolução porque a cobrança não é efetuada numa maquininha uruguaia. Nos hotéis não há devolução: há isenção de 10,5% há mais de 10 anos. Ao contrário do que acontece nos restaurantes, a conta não vem com IVA incluído. Se for estrangeiro e estiver há menos de 60 dias no Uruguai, não terá o IVA acrescentado. Para isso, o hotel vai conferir, no check-in, o carimbo de entrada do seu passaporte ou a data de entrada na sua papeleta de imigração. No caso dos hotéis, a isenção vale para pagamento por qualquer meio, incluindo dinheiro vivo. Alguns hotéis aceitarão, além de pesos uruguaios, também dólares ou reais, a um câmbio arbitrado pelo próprio hotel.

O Ministério do Turismo possui algum levantamento sobre a movimentação de brasileiros no Uruguai?

Com certeza. Anualmente 500 mil brasileiros ingressam no país via imigração. Outros 250 mil chegam pelas fronteiras secas com o Brasil, cruzando por Bella Unión, Rivera, Chuy, Rio Branco, Aceguá e Artigas. Outros 100 mil chegam, entre outubro e abril, em cruzeiros que atracam em Punta del Este e Montevidéu. Entre janeiro e julho de 2019, emitimos 1.591 vistos de residência fixa para brasileiros. O número representa 94% do total de 2018 — quando foram emitidos 1.686 vistos.

Não apenas no turismo os uruguaios se destacam. O Plano Ceibal (sigla para Plano de Conectividade Educacional de Informática Básica para o Aprendizado Online) é uma iniciativa formidável. Fale um pouco sobre ela.

O Plano Ceibal fornece gratuitamente laptops para estudantes e professores de escolas públicas. A criação do Plano Ceibal foi inspirada na iniciativa da OLPC (“One Laptop per Child”), de Nicholas Negroponte, físico do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, e adaptado às necessidades locais para rapidamente se tornar um instrumento para democratizar conhecimento, promover a equidade e qualificar o sistema educacional. Os computadores podem ser levados para casa. Simultaneamente ao trabalho de entrega dos computadores, o Plano Ceibal providenciou, a partir de 2007, a instalação de internet em todas as escolas públicas mediante um acordo com a companhia de telefonia fixa estatal Antel. Já distribuímos um milhão de computadores a professores e estudantes. A primeira geração que recebeu o equipamento ingressou este ano na universidade.

Mas não apenas com as crianças e adolescentes vocês se preocupam. Desde janeiro de 2015, os idosos, denominados no Uruguai de “adultos mais velhos”, com mais de 70 anos, aposentados e com renda inferior a 700 dólares, recebem tablets.

Possuímos um grupo de pessoas capacitadas para orientar os adultos mais velhos a manusearem os equipamentos. Até março de 2020, teremos distribuído 440 mil tablets.

Antigamente os brasileiros visitavam o Uruguai atraídos pelos cassinos… Mas parece que as predileções mudaram.

Trabalhamos a qualidade de vida através da segurança. Antigamente, os brasileiros realmente visitavam o Uruguai atraídos pelo cassinos, que hoje ocupam a quinta posição no ranking dos motivos que levam os brasileiros a nos visitar, perdendo para gastronomia, patrimônio cultural, segurança e qualidade dos vinhos e dos azeites de oliva.