Construção
capa

Construção

Por
Alina Souza

Litoral norte do Rio Grande do Sul.


publicidade

Alheia aos movimentos e vozes ao redor, a menina se concentra em construir o seu castelo de areia. Forte como um dia de sol. Arquitetado com a métrica da descoberta, do entusiasmo. Cuidadosa, ela não esquece a porta da edificação, parte essencial para entrar ali todos os personagens de um mundo feliz. Diante da imensidão do mar, lugar perfeito para o refúgio dos sonhos que chegam junto às ondas. Eles atravessam oceanos em busca de alguém que saiba defendê-los, cativá-los. A menina sabe que amanhã, quando ela for à praia novamente, o castelo não estará mais naquele ponto. Não se entristece com a já constatada realidade de outras vezes. Sabe que a maré virá buscar a tão firme e mágica construção. Os sonhos voltarão para o infinito. Mas ela não os perderá de vista. Não desistirá. Mesmo com a distância, eles irão acenar. E a vida, dali para a frente, será a sina de mergulhar, vencer as reviravoltas: reencontrá-los. 

Texto e fotos: Alina Souza