Forças borgistas se retiram de Jaguari com a ameaça de ataque por parte dos revolucionários

Forças borgistas se retiram de Jaguari com a ameaça de ataque por parte dos revolucionários

Correio do Povo do dia 17 de abril de 1923, terça-feira, noticiava:

Renato Bohusch

A invasão dos revolucionários em Jaguary deixava a população com medo

publicidade

Politica rio-grandense - Invasão do municipio de Jaguary 

Jaguary, 15 - Nas ultimas semanas, esta villa passou sob ameaças continuas de ser invadida por forças revolucionarias, estacionadas nos municipios de Santiago do Boqueirão e S. Francisco de Assis. Vendo-se na impossibilidade de offerecer resistencia efficaz, o coronel Cloraldino, vice-intendente em exercicio, resolveu retirar-se, com a guarda municipal e o respectivo armamento e diversos companheiros, o que fez, hoje, seguindo com cem homens, em direcção a Cacequy, para ficar addido ás forças do Coronel Claudino Pereira. Vae ser organisada uma policia provisoria, para manutenção da ordem. 

Jaguary, 16 - Forças calculadas em duzentos homens invadiram, por tres pontos, este municipio, desde hontem á noite, achando-se a tres kilometros desta villa. 

DIVERSAS 

Apanhado por um bonde - Ás 13 horas de hontem, entre os passageiros que viajavam no bonde letra G. n. 1 que aquella hora demandava o centro da cidade, vinha tambem, Eugenio Palermo, branco, deste Estado, solteiro, com 17 annos de edade, residente á Avenida Madre n. 47 e empregado nas usinas da Hydraulica Municipal. Ao passar o bonde em frente á rua 7 de Abril, onde queria ele descer, fez o signal para que o mesmo parasse. Como, porém, demorasse o bonde a parar, Eugenio delle se atirou, cahindo ao solo e sendo então, colhido pelo comboio 101 que era rebocado por aquelle electrico. Este, passando-lhe por sobre a perna direita, produziu o esmagamento dos tecidos da mesma. Transportado no proprio bonde para a Assistencia Publica do 1º districto, ahi foi elle ligeiramente pensado, sendo, após, no auto-ambulancia, transportado para a Santa Casa de Misericordia. O electrico tinha como conductor Alcides Oliveira, de chapa n. 168 e como motorneiro, João José Ferreira, de chapa n. 41, os quaes foram intimados no 3º posto policial, bem como testemunhas do facto. Estas declaram ter o desastre se dado em virtude da imprudencia da victima que, além de não ter esperado a parada do bonde para saltar fel-o com os tamancos que calçava. o que deu margem a que escorregasse e cahisse. 

TELEGRAMMAS

O monumento ao senador Pinheiro Machado 

Rio, 15 - Em sessão plena, o Tribunal de Contas resolveu recusar o registro do contracto celebrado entre o Ministerio da Jutiça e a fundição Cavina sobre erecção do monumento do extincto senador Pinheiro Machado, por falta de cumprimento das alineas C e F do art. 775 do regulamento do Codigo da Contabilidade Publica, alem de não terem sido presentes no Tribunal os documentos relativos á concorrencia, nem a prova de ser a fundição Cavina uma sociedade anonyma ou simples firma commercial. 

As consequencias da occupação do Ruhr

Dusseldorf, 16 - Foram impostas novas penalidades, pelas autoridades de occupação militar, aos directores das minas da região carbonifera do Ruhr, por terem faltado ao pagamento da taxa de 40% sobre o carvão. Esta taxa está causando sérias complicações á industria localisada no territorio occupado pelas forças militares francezas, allegando os industriais a ilegalidade por isso recusam a pagar. 

A grafia da época está preservada nos textos acima

CRONOLOGIA

O dia 17 de abril na história

1917 - Nasce o economista Roberto Campos. 
1968 - Governo militar declara 68 municípios como de “segurança nacional” e passa a nomear os prefeitos.
1980 - Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Santo André, em greve há 17 dias, sofrem intervenção.
1996 - PM do Pará mata 19 agricultores do MST, em Eldorado dos Carajás. 

 

 


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895