Cair é missão quase impossível
patrocinado por

Cair é missão quase impossível

Mas quatro são rebaixados. Aqui, os cálculos que vão de 43 a 46 pontos

Grêmio lutará nesta quinta-feira pela permanência na Série A

publicidade

O Grêmio perdeu para o Ceará na abertura do Brasileiro por 3 a 2. 
Só não ficou no Z-4 porque marcou dois gols. 
Depois disto passou 36 rodadas entre os rebaixados. E segue vivo.

Vamos conferir como anda a matemática da zona funesta. 
Quatro times podem terminar com a mesma pontuação, 46. 
O Athletico-PR (se perder para o Sport), o Cuiabá (se perder para o Santos), o Bahia (se ganhar do Fortaleza) e o Juventude (vencendo o Corinthians). 

O Cuiabá seria rebaixado pelos critérios.
Teria 10 vitórias, contra 11 do Juventude, 12 do Bahia e 13 do Furacão.
Acompanhando o percentual de aproveitamento venho registrando que 45 pontos podem não ser suficientes.

Três equipes podem terminar com 43 pontos. 
O Bahia (se perder), o Juventude (perdendo) e o Grêmio (ganhando do Galo).
O Grêmio escaparia pelo número de vitórias, 12. 

O Bahia cairia com 11. 
O Juventude iria para a Série B com 10.
Pelos critérios o Grêmio não ficou na zona funesta na rodada de abertura. 

Pelos critérios pode se salvar. 
Cair, amigos, é missão quase impossível. Mas quatro caem.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895