Inter: 40 jogadores, cinco técnicos, três vices de futebol e zero título. Um raio X completo

Inter: 40 jogadores, cinco técnicos, três vices de futebol e zero título. Um raio X completo

Colorado gastou cerca de R$ 600 milhões com o futebol nestes três anos

Hiltor Mombach

publicidade

O custo médio do futebol do Inter dos meses de janeiro a setembro chegou aos R$ 15,1 milhões em 2021, R$ 17,1 milhões em 2022 e neste ano está em R$ 15,8 milhões. 
A média é de R$ 16 milhões por mês.
Projetando, o clube gastou cerca de R$ 600 milhões com o futebol nestes três anos.

Sem conquistar título. Nem o regional veio.
Com quatro treinadores (Ramirez, Medina, Aguirre e Mano) mais Sandro Orlandelli, coordenador técnico, o Inter deve gastar cerca de R$ 20 milhões em multas rescisórias.
Entre os investimentos está o do lateral esquerdo Paulo Victor.

Foram R$ 6 milhões por 50% dos direitos econômicos.
Pelo atacante David pagou R$ 11 milhões.
Outro atacante, Braian Romero, custou 1 milhão de dólares.

O também atacante Carlos Palacios custou R$ 3 milhões de euros, hoje pouco mais de R$ 15 milhões.
Todos têm em comum um fator: não deram certo.
Na relação dos 40 contratados não figura D’Alessandro, que retornou ao clube.

Também não aparece o nome de Abel entre os treinadores.
Ele chegou a trabalhar quando Barcellos já era presidente.
Entre as heranças, uma semifinal de Libertadores que era para ser gloriosa e terminou em tragédia.
E um show de horrores: Vitória, Globo-RN, América-MG, Olimpia, Melgar, Caxias...


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895