Melo detona. E a pérola do analista
capa

Melo detona. E a pérola do analista

Melo: "O que o juiz fez aqui no mínimo nos dá margem para desconfiança. É uma vergonha"

publicidade

Do vice de futebol do Inter, Roberto Melo, depois da derrota de quarta-feira por 3 a1 diante do Flamengo. O Inter jogou todo o segundo tempo com nove.
O árbitro deixou de marcar um pênalti claro em Guerrero quando estava 1 a 0 para o Flamengo.    
"Não dá para dizer boa noite depois do que aconteceu hoje. 
Vou medir as palavras para falar, o que eu tenho vontade de falar é muito mais do que eu posso falar. 
É uma vergonha. 
O que o juiz fez aqui no mínimo nos dá margem para desconfiança. 
É uma vergonha. 
O Flamengo não precisa disso, vem fazendo grandes jogos, liderando o campeonato. 
Não digo que ele esteja mal intencionado no sentido de nos prejudicar deliberadamente. 
O que ele fez é vergonhoso. 
Porque seu Gaciba faz umas papagaiadas, vai aos clubes, faz apresentação, se exibe, se filma como se fosse ator apresentando. 
Ele diz uma coisa e acontece outra". 
O comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci foi autor de uma pérola.
"O Rodrigo Caio realmente desequilibra o Guerrero, mas não entendo como um contato faltoso a ponto de marcar a penalidade". 
Como é que é? 
Guerrero foi desequilibrado na hora do chute e não foi pênalti? 
Pior do que isto, só a atuação do assoprador de apito
Salvio Spinola viu o mesmo jogo que eu.
Opinou que o árbitro errou ao não assinalar o pênalti.
"Pênalti para mim. 
O Guerrero tem o movimento de chute e tem uma carga do Rodrigo Caio na perna do jogador do Inter sem ser na disputa da bola.
O Rodrigo Caio não disputa a bola e vai de encontro à perna do Guerrero, e isso faz com que ele derrube o atacante do Inter. 
Eu marcaria esse pênalti".