A revolução da lei da cotas
capa

A revolução da lei da cotas

Por

publicidade

A hipocrisia domina o Brasil.

Tentamos fazer de conta que somos uma democracia racial.

Nunca fomos.

Somos sinuosamente excludentes.

A lei das cotas veio quebrar a hegemonia ardilosa da reprodução da desigualdade social graças ao preconceito e à educação como sistema de hierarquia. Contra essa ruptura no sistema dominante, os defensores da manutenção do modelo excludente invocam um universalismo abstrato da meritocracia. Pura conversa fiada ou senso comum travestido de princípio.

A lei das cotas raciais não é racial.

As cotas ditas sociais são um subterfúgio do reacionarismo para tentar frear essa quebra da hierarquia social baseada na educação como princípio do mérito a partir de oportunidades desiguais de preparação e de competição.

O Brasil vem mudando.

A Casa Grande vai, aos pouco, desabando.