River perde mais um titular para o início da Libertadores
capa

River perde mais um titular para o início da Libertadores

Milton Casco fraturou a clavícula nesse domingo

publicidade

O River Plate sofreu mais um desfalque por lesão para o começo de sua caminhada na Libertadores da América de 2019. O lateral-esquerdo Milton Casco sofreu uma fratura na clavícula na vitória sobre o San Martín de Tucumán nesse domingo pela Superliga Argentina e vai perder toda a fase de grupos da competição continental.

O tempo previsto pelos médicos de parada para Casco é de três meses. Dessa forma, ele deverá ficar à disposição de Marcelo Gallardo somente após a Copa América.

A lesão de Casco causa um problema grande no River Plate pela carência de jogadores da posição no elenco. O grupo millonario tem apenas mais um lateral-esquerdo, Nahuel Gallardo, o filho do técnico Marcelo Gallardo, de 20 anos, que disputou apenas uma partida na atual temporada.

O meia Mayada e o zagueiro Pinola são jogadores que podem atuar improvisados na lateral. Outra opção é Marcelo Gallardo escalar o River Plate com três zagueiros e colocar um meio-campista para fazer a função de ala pela esquerda. Foi isso que ele fez nesse domingo contra o San Martín, quando o meia De la Cruz foi substituto de Casco em partida que o time atuou com linha de três defensores. 

Após o jogo, Gallardo descartou a contratação de outro lateral. Como as inscrições para a Superliga Argentina estão encerradas, qualquer jogador que chegue agora só poderá jogar na Libertadores.

Antes de Milton Casco, o River Plate já havia perdido por lesão o volante Exequiel Palacios. O meio-campista deverá perder os três primeiros jogos da fase de grupos da Libertadores – incluindo o confronto com o Inter no Beira-Rio, marcado para 3 de abril.