capa

Mercedes volta à ponta e Bottas crava a pole para o GP 1000 da Fórmula 1

Finlandês superou Hamilton na última tentativa e vai lutar para manter ponta do campeonato

Por
Bernardo Bercht

Ferrari não conseguiu responder aos prateados no traçado chinês

publicidade

O milésimo GP da Fórmula 1 terá Valtteri Bottas puxando a fila, neste domingo, na China. O finlandês mostrou suas credenciais de líder do certame e cravou 1min31s547 para superar por milésimos o companheiro Lewis Hamilton. A Mercedes voltou a exibir superioridade técnica em relação à Ferrari e ambos ficaram a três centésimos de Sebastian Vettel, o terceiro, e Charles Leclerc, milésimos de segundo atrás, em quarto.

Com Max Verstappen, a Red Bull até chegou perto da festa da frente, a meio segundo. Ainda faltou, contudo, aquele último gás do motor Honda para perturbar as duas grandonas. A diferença para o meio do pelotão foi tão grande que, mesmo bem abaixo do companheiro, Pierre Gasly conseguiu o sexto tempo já a 1,3s da pole.

Ele quase perdeu, entretanto, para as Renault, que finalmente encontraram um acerto de qualify. Daniel Ricciardo vai partir em sétimo, babando no aerofólio da sua ex-equipe, com Nico Hulkenberg em oitavo. A Haas, que passou todos os treinos livres com dificuldades de acerto, encontrou algo para o qualify e entrou no Q3 por pouco, com Romain Grosjean à frente de Magnussen, completando o top ten.

A degola do Q2 foi apertadíssima, com milésimos separando o top 15. Daniil Kvyat foi o primeiro que sobrou, ainda assim num bom treino com a Toro Rosso. Ficou à frente de Sérgio Perez, ainda fazendo hora-extra na Racing Point e de Kimi Raikkonen, que dessa vez não achou o ponto ideal da Alfa Romeo.

Depois da excelente performance do Bahrein, a McLaren voltou a ficar irreconhecível, com Carlos Sainz e Lando Norris superando apenas Stroll e as duas Williams. Como consolo, dessa vez a dupla ficou a menos de um segundo da turma do miolo, com George Russel e Robert Kubica separados por décimos de segundo. Antonio Giovinazzi e Alex Albon não registraram tempo.