Pirelli dá marretada na Red Bull: "Podemos voltar a oferecer procissões no lugar de corridas"
capa

Pirelli dá marretada na Red Bull: "Podemos voltar a oferecer procissões no lugar de corridas"

Por

publicidade



As reclamações públicas e repetidas da Red Bull contra os seus pneus fizeram a Pirelli responder em força, nesta segunda-feira. Depois do diretor da fábrica de energéticos, Dietrich Mateschitz, afirmar que com a atual borracha "não se trata mais de corrida", o chefão da marca italiana, Paul Hembery, replicou com uma marretada. "O que vocês querem? Sei que alguns querem provas de uma parada só e voltarmos a ter procissões no lugar das corridas", enfatizou o dirigente para a revista inglesa Autosport.

"Se quiserem, podemos oferecer pneus que duram para sempre definindo que a posição de classificação será o lugar em que o piloto vai terminar na corrida", emendou Hembery. Ele ainda alfinetou a equipe ao salientar que a situação dos pneus é a mesma desde 2011, quando a marca venceu o mundial e não reclamou. "É meio bizarro. Estamos fazendo o mesmo que fizemos nos últimos dois anos. Não compreendemos os motivos da mídia estar tão exaltada", analisou o diretor.

Por fim, Hembery soltou a agulhada final, dirigida no rim de Mateschitz. "Parece que alguns desejam que a gente fabrique pneus específicos para que a Red Bull vença o campeonato. Está claro para mim que um time é que vai se beneficiar se mudarmos a fabricação dos pneus", relatou o dirigente.