Tribunal da FIA pune Mercedes com banimento dos testes de jovens pilotos por treino ilegal
capa

Tribunal da FIA pune Mercedes com banimento dos testes de jovens pilotos por treino ilegal

Por

publicidade



A FIA "segurou o machado do carrasco" e definiu uma pena simbólica à Mercedes no julgamento do seu Tribunal Internacional, cuja sentença foi divulgada nesta sexta-feira. Por conta do teste ilícito realizado na Espanha, a Mercedes recebeu uma reprimenda e foi banida do próximo teste de jovens pilotos, que será realizado por três dias. Por sinal, essa foi exatamente a sugestão do advogado da montadora alemã, nos seus discursos finais, como "pena apropriada caso seja definido que a equipe desrespeitou a norma do esporte".

A definição, seriamente afetada pelas políticas do esporte que não pode perder o apoio da montadora alemã como fornecedora de motores, certamente deixará Christian Horner e Red Bull "#chatiados". Mesmo nesta quinta-feira, quando os depoimentos foram ouvidos, ele pedia uma punição esportiva para os rivais, o que não aconteceu. Mesmo assim, o teste de jovens pilotos sempre é aproveitado para fazer todo tipo de análise nos carros para a temporada seguinte deixando os alemães com alguma desvantagem no médio prazo.

Para a Pirelli, que entrou de carona por querer testar seus compostos em meio à temporada, sobrou outra reprimenda. Os italianos já haviam notificado a FIA, contudo, que entrariam com um processo na justiça comum caso fossem punidos, já que não competem no Mundial de Fórmula 1 de maneira esportiva e, portanto, não poderiam receber o mesmo tipo de punição da Mercedes. Agora todo mundo vai esquecer a xaropice polêmica dos testes desta temporada e seguiremos com as corridas que é o que interessa.