Verstappen vence duelo com Leclerc e larga na frente no GP de Ímola

Verstappen vence duelo com Leclerc e larga na frente no GP de Ímola

Red Bull cuidou melhor dos pneus macios e holandês superou Ferrari nas voltas finais da corrida curta

Bernardo Bercht

Ferrari arrancou na frente, mas Max buscou vitória no fim

publicidade

Max Verstappen deu show na Sprint Race e colocou água no chope dos tifosi, neste sábado em Ímola. Charles Leclerc até assumiu a ponta, com a força da Ferrari na largada, mas os pneus macios acabaram e o monegasco ficou à mercê da Red Bull no final. Sérgio Perez escalou o grid para ser terceiro, com Carlos Sainz muito combativo subindo até o quarto lugar.

Na partida, a saúde do motor Ferrari fez toda a diferença e Leclerc chegou à frente na primeira chicane. As duas McLaren também arrancaram bem e tomaram as posições atrás dos ponteiros. Alonso arrancou mal e acabou superado por Perez e Ricciardo.

Os pneus macios cobraram o preço para alguns pilotos. Sebastian Vettel escorregou grid abaixo até chegar em 13º com a Aston Martin, Alonso fez o que podia para segurar Sainz e Bottas, mas a dupla passou e foi-se embora.

Magnussen, enquanto isso, claramente tinha um carro com muita asa para a chuva de sexta e, mesmo com pneus médios, não conseguia equilibrar o desempenho com a turma de macios. Segurou apenas a Alpine, quando esta já tinha detonado os pneus e não conseguia tracionar nas saídas de curva.

Mais à frente, Sainz foi passando todo mundo que não tinha Red Bull ou Ferrari. Na penúltima volta superou Norris para deixar as forças na ordem exata do campeonato.

Só que enquanto os tifosi vibravam com isso, Verstappen colocava Leclerc na alça de mira. A Ferrari acabou com os pneus macios (que não devem ser usados na corrida) e a Red Bull encostou. Com a asa móvel, Verstappen colocou por fora, Leclerc ainda tentou frear dentro, mas foi superado.

Na bandeirada, Max à frente de Charlinho. Depois, Perez, Sainz e as duas McLaren. Bottas subiu até o sétimo lugar com a forte, mas frágil Alfa Romeo, enquanto Magnussen segurou Alonso para levar o pontinho final da corrida curta em oitavo. O espanhol e Mick Schumacher completaram os dez primeiros.

Alguém perguntará da Mercedes. George Russell não conseguiu ir além do 11º lugar e Lewis Hamilton perdeu posições e caiu para 14º.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895