Cooperativa incentiva novos métodos de manejo para a cobertura de solo

Cooperativa incentiva novos métodos de manejo para a cobertura de solo

Cinco espécies de plantas podem qualificar o processo de cobertura de solo para o plantio do milho

COLABORE

O cultivo de cinco espécies no pré-plantio traz benefícios para a cultura do milho

publicidade

A Cooperativa Mista São Luiz (Coopermil) de Santa Rosa está incentivando produtores a inserir no dia a dia na lavoura novos métodos de manejo para a cobertura de solo. Atualmente, são utilizadas duas espécies para conservar o solo no pré-plantio de culturas. Porém, para qualificar e trazer mais resultados ao associado, a Coopermil inova e apresenta cinco espécies de diferentes plantas para realizar essa cobertura na cultura do milho. 

As espécies sugeridas são: dois tipos de nabos, um com raiz tuberosa pivotante e o outro com raiz tuberosa, que irão proporcionar uma ciclagem de nutrientes e, também, a descompactação do solo; duas espécies de aveia, que proporcionam uma massa verde com uma ciclagem de nutrientes; e o centeio, uma planta de decomposição mais lenta que irá possibilitar uma grande cobertura, protegendo o solo de nascimento de plantas daninhas e, assim, conservando a umidade. “Essa cobertura será muito importante para evitar germinação do banco de sementes de plantas daninhas e, também, segurar a umidade para a cultura subsequente do milho”, comenta o supervisor técnico João Gabriel da Silva Dias. 

Esta técnica pode ser aplicada também para todos os outros tipos de culturas, como a soja e o trigo, porém, as espécies variam conforme a realidade da lavoura. “Cada cultura tem um manejo de cobertura diferente com espécies diferentes, mas a técnica, o manejo de cobertura, pode ser utilizado para todas as culturas”, destaca João Gabriel. Essa técnica consiste em um dos pilares do sistema do plantio direto na palha,  indispensável na agricultura nos dias atuais.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895