Prefeito de Santa Rosa doa salário

Prefeito de Santa Rosa doa salário

O prefeito doará o salário mensalmente para entidades que devem submeter projeto a uma avaliação

COLABORE

O presidente da associação e o tesoureiro foram recebidos no gabinete prefeito

publicidade

O Prefeito Anderson Mantei, de Santa Rosa, destinou seu salário para a Associação dos Moradores da Vila Agrícola. O presidente da associação, Maurício Vargas de Carvalho e o Tesoureiro Flávio de Almeida foram recebidos no Gabinete. Na oportunidade, Anderson Mantei conversou com eles sobre o projeto e destinou o valor de seu segundo salário para a comunidade.

As entidades estão entregando projetos no gabinete que são avaliados pelo Prefeito. A Associação da Vila Agrícola solicitou o valor para a construção da capela mortuária da comunidade. Maurício comentou com prefeito que já estão realizando ações para arrecadar recursos para a capela que deverá ter um investimento total de R$ 41 mil, “Nós já estamos arrecadando e vamos seguir com ações até completar o valor, mas essa ajuda do prefeito será fundamental para gente poder realizar essa importante obra”.

O Prefeito Anderson Mantei conversou com os representantes para entender melhor os detalhes do projeto. No momento também foi surpreendido pelo pedido do presidente da Associação para nominar a Capela Ilse Mantei, mãe do prefeito (in memorian), “Agradeço muito a homenagem e espero poder com esse valor ajudar nessa demanda da comunidade da Agrícola. Essa é a minha forma de contribuir um pouco mais com a comunidade de Santa Rosa”.

Toda entidade ou Associação pode encaminhar projeto que passa por um processo de avaliação, “Essa é uma questão pessoal minha e é uma forma que eu tenho de ajudar mais a cidade que sempre me recebeu tão bem”, finalizou Anderson. O valor de R$ 16.529,29 (líquido) foi destinado no primeiro mês para a Associação de Familiares e Amigos de Pessoas com Necessidades Especiais - AFAPENE. O prefeito se comprometeu em doar todos os seus salários.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895