Projeto inovador irá celebrar o Natal em tempos de pandemia

Projeto inovador irá celebrar o Natal em tempos de pandemia

O espetáculo Trenó do Sexteto: Duendes Musicas percorrerá cinco cidades do estado

COLABORE

Canções clássicas de Natal serão interpretadas por duendes

publicidade

Neste ano, os tradicionais encontros para fotos com o Papai Noel e as apresentações artísticas serão diferentes. As celebrações terão um novo formato, respeitando as medidas de segurança para a Covid-19. A Nova Produções, em parceria com o Sexteto Tempero Brasil, desenvolveu o Trenó do Sexteto: Duendes Musicais, um espetáculo que irá levar a magia do Natal em tempos de pandemia. 

As celebrações natalinas são aguardadas anualmente por crianças e adultos. Com o objetivo de atender as recomendações de distanciamento social, as apresentações artísticas foram reformuladas. O coordenador da Nova Produções, Flavio Schwede, explica como será o espetáculo. “Esse momento que estamos vivendo marca uma ruptura nos encontros das comunidades. Pensando nisso, o Sexteto Tempero Brasil vai utilizar um caminhão para percorrer as ruas das cidades contempladas no projeto, enquanto interpreta canções clássicas de Natal, trajados como duendes”. 

A estrutura conta com um caminhão de 10 metros de comprimento, gerador de energia, decorações natalinas com painéis de led, equipamento de som e estrutura para realizar transmissões ao vivo pelas redes sociais. Além dos artistas, a equipe é formada por técnicos de filmagem e fotógrafo.

O projeto Trenó do Sexteto: Duendes Musicais possui financiamento do Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Segundo Flavio Schwede, serão cinco municípios no Estado do Rio Grande do Sul que terão uma noite especial para celebrar o Natal da janela de suas casas, em segurança. “Os municípios contemplados por este projeto são: Três Passos, Campo Novo, Ijuí, Panambi e Frederico Westphalen”. O espetáculo também pode ser contratado pela iniciativa privada.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895