CBF afirma que "não há irregularidade" do Sport na inscrição do zagueiro Pedro Henrique
patrocinado por

CBF afirma que "não há irregularidade" do Sport na inscrição do zagueiro Pedro Henrique

Grêmio e outros oito clubes entraram com ação conjunta contra o time pernambucano no STJD

Correio do Povo

Caso pode ser resolvido no STJD

publicidade

O caso envolvendo o zagueiro Pedro Henrique, do Sport, ganhou mais um capítulo na manhã desta terça-feira. Após Grêmio e mais oito clubes entraram com ação conjunta no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se manifestou afirmando que "não há irregularidade" na transferência do jogador. 

Em carta, a entidade alega que o Regulamento Específico do Brasileiro (REC) determina que jogador está legal. Na visão da CBF, o REC prevalece sobre o Regulamento Geral das Competições, que fala em participação em jogos com cartão amarelo. Apesar do posicionamento, qualquer discordância deve ser resolvida no STJD e a palavra final é do STJD. A manifestação da entidade deve ser utilizada pelo clube pernambucano em caso de denúncia. 

A ação conjunta 

Nove clubes da Série A do Campeonato Brasileiro ingressaram no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com uma Notícia de Infração contra o Sport por suposta escalação irregular do zagueiro Pedro Henrique. O pedido é assinado por América-MG, Atlético Goianiense, Bahia, Ceará, Chapecoense, Cuiabá, Grêmio, Juventude e Santos e foi encaminhado para a análise da Procuradoria de Justiça Desportiva neste sábado.

Contratado junto ao Inter para a sequência do Brasileirão, Pedro Henrique, que já havia feito cinco jogos pela equipe gaúcha e esteve nove vezes no banco de reservas do time colorado. Mas, em duas dessas oportunidades, ele tomou cartão amarelo, o que caracteriza presença de jogo e não poderia mais atuar por nenhum clube da Série A, uma vez que um atleta só pode fazer até seis jogos oficiais por uma equipe antes de se transferir.

O Sport pode ser punido com a perda de três pontos e mais a pontuação obtida nas partidas em que Pedro Henrique foi a campo com a camisa rubro-negra, de acordo com o Art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (STJD).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895