Clássico entre Argentina e Colômbia abre o Grupo B
capa

Clássico entre Argentina e Colômbia abre o Grupo B

Lionel Messi tenta reerguer os hermanos com bom resultado no torneio continental

Por
Chico Izidro

Craque do Barcelona tem primeiro desafio oficial após desistir de se aposentar da seleção

publicidade

Argentina e Colômbia entram em campo neste sábado, às 19h, na Arena Fonte Nova, pela primeira rodada do Grupo B da Copa América. A chave conta ainda com o Paraguai e o Catar, que se enfrentam no domingo. A seleção alviceleste divide o favoritismo com o Brasil, e contam com o melhor jogador do mundo na atualidade, Lionel Messi.

O objetivo é quebrar o jejum de 26 anos sem títulos - o último aconteceu exatamente na Copa América de 1993, no Equador. Nos dois mais recentes torneios do continente, os hermanos ficaram com o vice-campeonato, perdendo as duas finais para o Chile, sempre nas penalidades máximas. O craque do Barcelona, Messi, inclusive, abandonou a seleção na edição de 2016, após errar uma das cobranças. Ele voltou atrás em sua decisão e foi à Copa do Mundo na Rússia. E após a eliminação para a futura campeã França nas oitavas de final, o jogador novamente deixou a seleção. Mas a aposentadoria durou apenas nove meses.

A Argentina é dirigida por Lionel Scaloni, que substituiu Jorge Sampaoli, demitido após a fracassada campanha na Rússia. A Colômbia também trocou de treinador após a Copa do Mundo da Rússia - o argentino José Pekerman caiu depois de seis anos no comando da seleção. O atual técnico é o o português Carlos Queiróz, que classificou o Irã para o Mundial de 2018 e também comandou a seleção na Copa da Ásia, no começo deste ano.

Os colombianos, que não vencem os argentinos desde 2007, chegam com seis vitórias, um empate e apenas uma derrota no período pós Copa do Mundo. O selecionado cafeteiro conta com um dos melhores planteis de sua história, com James Rodriguez, Juan Cuadrado e Falcao García.