Direção de cadeia coloca Daniel Alves em cela com outro brasileiro

Direção de cadeia coloca Daniel Alves em cela com outro brasileiro

Jornal da Catalunha El Periódico afirmou que o homem chamado Coutinho será responsável pela adaptação do jogador na prisão

R7

Daniel Alves teve seu contrato rescindido pelo Pumas, do México

publicidade

Acusado de ter agredido sexualmente uma jovem de 23 em uma boate de luxo em Barcelona, Daniel Alves está preso há cinco dias. O jogador foi transferido do Centro Penitenciário Brians 1 para o Brians 2, a cerca de 40 quilômetros da capital catalã. A direção do novo presídio decidiu colocar o lateral-direito em uma cela com outro brasileiro, Coutinho, que será responsável por o ajudar na adaptação do espaço.

O jornal da Catalunha "El Periódico" investigou a história e afirmou que Alves é tratado como os demais presos do módulo, que concentra apenas acusados de crimes sexuais. No entanto, os responsáveis pela prisão se preocupam mais com o estado de espírito do jogador do que com a sua segurança. Por isso a decisão de o colocarem para dividir os seis metros quadrados da cela com outro brasileiro.

"Ele parece um cara inteiro, muito durão, mas se a prisão for prolongada vai ser muito difícil para ele", escreveu o jornal, que também comenta que a vida no presídio é completamente diferente da vida milionária e de luxo que era levada pelo atleta, antes de ser preso de maneira inafiançável, por decisão da juíza Anna Marín.

"O papel do companheiro de cela de Alves é muito importante, dada a decisão da juíza e a extensa investigação documentada e detalhada por parte dos Mossos d'Esquadra (Polícia da Catalunha). Tudo parece indicar que Alves poderá passar muito tempo na prisão", disse uma fonte familiarizada com a situação prisional do jogador.

Coutinho, companheiro de cela do lateral-direito, vai acompanhar o dia-a-dia de Alves. Dentre as "tarefas", está a de adaptar o jogador nos espaços da Brians 2, que conta com hospital, quadras poliesposrtivas e até um teatro. A rotina dos dois inicia às 8h e termina às 22h, quando todas as luzes do módulo são apagadas.

Daniel Alves contratou o advogado de Messi para tentar escapar da cadeia por acusação de estupro. O jogador agurda a investigação do caso preso para que não fugisse do país e deixasse de cumprir a punição de 4 a 12 anos de prisão, caso a acusação seja confirmada.


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 23 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 23 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895