Dupla Gre-Nal preza pela isonomia na volta da torcida
patrocinado por

Dupla Gre-Nal preza pela isonomia na volta da torcida

Clubes só abrirão seus estádios para os torcedores quando todos da Série A puderem fazer o mesmo

Rafael Peruzzo e Fabrício Falkowski

Inter já se antecipou para receber os colorados no Beira-Rio

publicidade

Os dois principais estádios do Rio Grande do Sul estão próximos de voltar a receber os torcedores, após um ano e meio vazios. Isto porque, na noite de quarta-feira, o governo gaúcho anunciou a liberação gradual de público nos estádios. Porém, além da autorização dos governantes, tanto Inter quanto Grêmio ainda dependem do sinal verde da CBF e também dos demais clubes que participam do Brasileirão. Afinal, há um acordo para que os torcedores voltem ao mesmo tempo em todas as praças do Brasil, preservando a equidade da competição.

Veja Também

A princípio, o decreto que deve ser divulgado nos próximos dias vai limitar ao máximo de 2,5 mil pessoas por setor. A informação foi divulgada pelo Gabinete de Crise do governo gaúcho e vale para Beira-Rio, Arena e todos os demais estádios do Rio Grande do Sul, desde que obedecido um protocolo de prevenção ao coronavírus.

Além de um teto de ocupação, o decreto deve impor outras restrições, como a abertura antecipada dos portões e ordenamento de saídas e entradas com separação, controle para evitar aglomerações e para manter o distanciamento, venda eletrônica ou antecipada de ingressos e obrigatoriedade da máscara. O Inter já está se preparando para receber os colorados no Beira-Rio. Haverá portões de acesso e controle para os torcedores, pelos quais só passarão aqueles que tiverem ingresso. 

Além disso, no início da semana, o clube convocou os seus associados a cadastrar as informações sobre a vacinação. “Não havia uma data para a liberação, mas o Inter já trabalhava para adequar o Beira-Rio para voltar a receber o público. Agora, o governo acena com a volta do público, com todos os cuidados e com respeito aos protocolos”, observa o vice de administração, Victor Grunberg.

O Grêmio trabalha em conjunto com a Arena na preparação do estádio para a volta do público, também com todo um protocolo a ser respeitado. O clube aguarda um posicionamento da CBF para divulgar um planejamento completo, incluindo quais torcedores poderão ingressar na Arena. “Mesmo com o novo decreto do governo do Estado, a liberação de público depende também da CBF porque pressupõe abertura de forma igualitária em todas as praças. Então, aguardaremos as definições da confederação”, destacou o presidente Romildo Bolzan Júnior


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895