Alta incidência da Covid-19 no Grêmio coloca outros dirigentes em alerta
capa

Alta incidência da Covid-19 no Grêmio coloca outros dirigentes em alerta

Adalberto Preis foi o último diretor a testar positivo para o novo coronavírus

Por
Correio do Povo

Adalberto Preis testou positivo para o novo coronavírus

publicidade

Porto Alegre já tem mais de 160 casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus. Algumas dessas pessoas fazem parte da diretoria e do quadro de funcionários do Grêmio. O último deles a testar positivo foi o vice-presidente Adalberto Preis, de 76 anos, que faz parte inclusive do grupo de risco para a Covid-19. Por conta da alta incidência do vírus, outros dirigentes estão em alerta. 

Em função da doença, Preis ficou hospitalizado no Hospital Moinhos de Vento por alguns dias e ainda nessa segunda-feira recebeu alta. Ele teve de ser internado num primeiro momento por integrar o grupo de risco. O dirigente, porém, não apresenta mais sintomas da doença. 

A Covid-19 atingiu de forma considerável o Conselho de Administração do Grêmio. Além de Preis, foram contaminados o presidente Romildo Bolzan Júnior e os vices Cláudio Oderich e Marco Bobsin. O único que no momento requer maiores cuidados e está hospitalizado é Bobsin. Ainda há três dirigentes que não apresentaram sintomas relacionados ao novo coronavírus: Marcos Hermann, Duda Kroeff e o vice de futebol Paulo Luz. 

O Grêmio também teve o assessor adjunto das categorias de base, Eduardo Fernandes, infectado. Nas redes sociais, ele afirmou estar recuperado da doença.

Como prevenir o contágio do novo coronavírus 

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.

• não compartilhar objetos pessoais.