Após derrota para o Fortaleza, Marcos Hermann deixa o departamento de futebol do Grêmio

Após derrota para o Fortaleza, Marcos Hermann deixa o departamento de futebol do Grêmio

Vice-presidente de futebol se manifestou depois de nova derrota do Tricolor no Brasileirão

Correio do Povo

Grêmio perdeu novamente no Brasileirão

publicidade

Após a nova derrota para o Fortaleza no Brasileirão, o vice-presidente de Futebol, Marcos Hermann, comunicou sua saída do departamento de futebol do Grêmio na noite desta quarta-feira. Logo depois do jogo, o dirigente pediu a palavra em coletiva e anunciou sua decisão. "Agradeço o apoio de todos e também do presidente Romildo. Confio plenamente que poderemos sair dessa, mas é importante oxigenarmos o ambiente". 

Apesar da delicada situação, Hermann garantiu que o Tricolor consegue sair dessa situação na tabela e conta com o apoio da torcida nos duelos na Arena. "Pedimos desculpas para a torcida pela campanha que estamos fazendo. Faço um apelo ao torcedor, que acredite. É possível sairmos dessa situação. Faltam 14 partidas e estamos cinco pontos do primeiro que não foi rebaixado. Em 2003, faltavam 11 rodadas e estavamos 10 pontos atrás e nós saímos. Confiamos na força da Arena. Temos muito jogos dentro de casa", afirmou o cartola. "É fundamental o apoio da torcida. Não pode faltar, especialmente aos jogadores. Vamos aplaudir, suportar e levar o time adiante. Não é hora de agressões, mas de alento", acrescentou. 

Ainda sem treinador, o dirigente, que agora não responde mais pelo departamento de futebol deu uma pista em sua fala. "Deve chegar uma nova comissão técnica em breve", pontuou. A declaração indica uma mudança. A recusa de alguns nomes procurados levantou a possibilidade da efetivação de Thiago Gomes internamente. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895