Com início de ano repleto de jogos, Grêmio avalia estratégias para a temporada 2021

Com início de ano repleto de jogos, Grêmio avalia estratégias para a temporada 2021

Atípica temporada de 2020 faz time reavaliar planejamento deste ano

Rafael Peruzzo

Clube está otimista em manter Pepê ao menos até o fim desta temporada

publicidade

A atípica temporada de 2020, que só vai se encerrar no final de fevereiro, mudará o planejamento do Grêmio para as competições de 2021. E tudo dependerá da final da Copa do Brasil e da reta decisiva do Campeonato Brasileiro. Na Arena, ninguém imagina ficar de fora da Libertadores da América. E a vaga direta torna-se ainda mais valiosa este ano, com o acúmulo de jogos e sem a tradicional pré-temporada. Vencer a Copa do Brasil é o caminho mais curto.

Um revés diante do Palmeiras na final torna obrigatória a presença entre os quatro melhores do Brasileiro – hoje o Grêmio é quinto. A Conmebol tem a intenção de iniciar a pré-Libertadores em 17 de fevereiro, antes mesmo do término do Brasileirão. Além disso, a decisão da Copa do Brasil, marcada para os dias 3 e 10 de fevereiro, pode ser transferida caso o Palmeiras vença a Libertadores 2020, causando mais um conflito de datas.

O Gauchão já tem data para começar: 27 de fevereiro, três dias após o término do Campeonato Brasileiro. O Grêmio ainda não confirma, mas deverá iniciar o Estadual com a equipe de transição.

Pepê

O clube segue otimista quanto à permanência de Pepê até o final da atual temporada, independentemente das finais da Copa do Brasil ocorrerem no início de fevereiro ou mais adiante. O Porto, que tem a preferência do jogador, ainda não enviou proposta oficial. Há o interesse forte do Zenit, mas Pepê não estaria inclinado a jogar na Rússia. 

No sábado, após o empate com o Fortaleza, Renato Portaluppi revelou que teve uma conversa com o jogador na semana passada e o aconselhou a esperar mais dois meses para então decidir onde vai jogar na Europa. Por enquanto, ele permanece.

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895