Com Tardelli entre os 11 iniciais, Renato assegura: "Ninguém é titular absoluto"
capa

Com Tardelli entre os 11 iniciais, Renato assegura: "Ninguém é titular absoluto"

Treinador revelou conversa com André e minimizou problema com boletim de ocorrência envolvendo o atacante: "Tempestade em copo d'água"

Por
Correio do Povo

Técnico Renato voltou a elogiar o grupo e disse que ninguém é titular absoluto no Grêmio

publicidade

O técnico Renato Portaluppi voltou a afirmar que "ninguém é titular absoluto" no Grêmio ao elogiar a força do grupo após a vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, na Arena, na tarde deste domingo. Mais uma vez, como aconteceu na vitória sobre o Cruzeiro em Minas Gerais, Renato optou por Diego Tardelli na função de centroavante, sacando André dos 11 iniciais.

De acordo com o técnico, a equipe "não pode ficar só no plano A". Ele revelou conversa com os jogadores e afirmou que irá fazer testes nos jogos que antecedem a decisão contra o Flamengo, pela semifinal da Libertadores. "Tenho dado oportunidade para todo mundo. Ninguém é titular absoluto. Tenho experimentado alguns jogadores que vou precisar, então posso trocar as peças", afirmou.

O técnico Renato Portaluppi revelou a conversa com o atacante André sobre a questão envolvendo o boletim de ocorrência por perturbação de sossego envolvendo o jogador, na noite da final da Copa do Brasil. Disse que aconselhou o jogador, mas minimizou o problema. "Converso com todo o meu grupo. Mas jogadores esticam a noite. Já falei com ele sobre isso. Houve tempestade em copo d'água", classificou.

 Renato voltou a elogiar Jean Pyerre, autor do gol que abriu o placar no confronto. Afirmou tratar-se de um "grande jogador", que vem se destacando com um excelente trabalho. "O clube vive de revelar garotos. O Grêmio tem feito isso nos últimos anos. Saem jogadores, mas não muda o modo de jogar, de ganhar títulos. O trabalho é muito bom", assegurou.

No dia do aniversário do clube, o treinador agradeceu o carinho e voltou a reafirmar que é torcedor do Grêmio, antes de mais nada, e dedicou a vitória ao clube e ao torcedor, que compareceu em grande número neste domingo, com público de mais de 41 mil pessoas. "Não tenho nem palavras para o que o Grêmio representa pra mim. Sempre me senti em casa. O clube não conseguiria viver sem o torcedor", afirmou.

O Tricolor volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado, às 21h, contra o Santos, na Vila Belmiro. O jogo é válido pela 20ª rodada da competição, na abertura do segundo turno.