Denis Abrahão ainda acredita nas chances do Grêmio: "Não duvidem da imortalidade"

Denis Abrahão ainda acredita nas chances do Grêmio: "Não duvidem da imortalidade"

Dirigente vê crescimento do time, mas admite que resultados estão fora das mãos do Tricolor

Correio do Povo

Tricolor sofreu gol aos 41 minutos

publicidade

A situação dramática pode virar irreversível nesta segunda-feira. Apesar de depender dos resultados dos jogos de Juventude e Cuiabá, contra São Paulo e Fortaleza; o vice-presidente do Grêmio, Denis Abrahão, enfatizou que ainda acredita nas chances do time. "O Grêmio é grande e não duvidem da imortalidade", enfatizou.

Veja Também

Abrahão manteve o otimismo, mas reconheceu que agora a situação foge do controle do clube. "Esse grupo é muito capaz de acreditar em si. Eu tenho dúvidas é dos outros resultados", ponderou. "Não estou otimista quanto aos resultados futuros e tenho que ser verdadeiro. Foge da nossa mão", relatou

O dirigente exaltou a evolução do time nas últimas rodadas, apesar da situação complicada na zona do rebaixamento. "O Grêmio vem crescendo, mas é uma pena que tivemos uma falha corriqueira e que vem acontecendo há muito tempo. A gente treina, é comentado, discutido, trabalhado, mas a ficha não cai. A situação já era perigosa e ficou ainda mais delicada", definiu.

"Eu não desisti ainda e vamos ver o que pode acontecer. Eu acredito numa vitória na quinta-feira. Chega a 43 pontos, mas os outros clubes já tem essa pontuação", analisou. "Mas talvez ainda caiba a nós uma vaga na Série A, dependendo dos jogos da rodada", afirmou o vice-presidente.

Ele criticou o erro no gol de Renato Augusto, mas garantiu que não era uma cobrança direta ao grupo de jogadores. "Quando se ganha, ganha todo mundo. Se perde, é todo mundo. Eu estou dentro, assim como todos os jogadores. Não estou citando atletas como culpados de nada", salientou. "Estou falando do todo. Esse é o nosso estilo de gestão. Hoje eu empatei, pois participo deste grupo ativamente."


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895