Dois dirigentes do Grêmio estão com sintomas de Covid-19
capa

Dois dirigentes do Grêmio estão com sintomas de Covid-19

Integrantes do Conselho de Administração do clube, Marco Bobsin e Cláudio Oderich aguardam o resultado dos exames

Por
Rafael Peruzzo

Dirigentes do Grêmio estão com sintomas do novo coronavírus

publicidade

Em reunião entre o departamento de futebol e o grupo de jogadores no final da tarde desta terça-feira, no CT Luiz Carvalho, o Grêmio decidiu parar as atividades do grupo profissional em função da pandemia de coronavírus. A medida vale até a próxima segunda-feira. Na terça, dia 23, haverá uma reapresentação dos atletas. 

“Nós estamos priorizando o aspecto da saúde nesse momento. Levamos uma proposta aos jogadores, dialogamos e tomamos a decisão”, destaca o vice de futebol do clube, Paulo Luz. Os atletas se comprometeram a permanecer em Porto Alegre durante esse período. Na sexta-feira, eles serão submetidos a exames clínicos conduzidos pelos médicos do Grêmio. O clube vai aguardar os próximos acontecimentos para avaliar uma possível prorrogação desse prazo de afastamento dos atletas de suas atividades.

Não está descartado um planejamento com treinos separados em grupos para evitar a aglomeração de pessoas em um mesmo local. Tudo dependerá da evolução da pandemia. Dois integrantes do Conselho de Administração do clube, Marco Bobsin e Cláudio Oderich, estão com suspeita de coronavírus. “As coisas estão acontecendo muito rapidamente, não chegou ao pico ainda, vamos ter que ir analisando”, completa Luz.