Everton comemora primeiro pelo Grêmio e desabafa: "Cheguei desacreditado"

Everton comemora primeiro pelo Grêmio e desabafa: "Cheguei desacreditado"

Jogador reconheceu que vive momento difícil, mas agradeceu confiança do técnico Renato Portaluppi

AE

Jogador marcou segundo gol do Tricolor na vitória por 2 a 0

publicidade

O primeiro gol de Everton com a camisa do Grêmio foi um golaço, bem ao seu estilo. Após um rebote da defesa do Caxias, ele pegou de primeira, forte e acertou o ângulo do goleiro Marcelo Pitol. Com os 2 a 0 no Estádio Centenário, o Grêmio largou na frente na decisão do Campeonato Gaúcho, nesta quarta-feira, e pode ser tricampeão no domingo em sua arena em Porto Alegre.

Ao final do jogo, falou em tom de desabafo. "Estou vivendo um momento difícil, porque cheguei aqui desacreditado. Mas o pessoal acreditou em mim e quero agradecer o apoio do clube e do treinador (Renato Gaúcho). Agora é trabalhar cada vez mais", disse Everton, que marcou o segundo gol aos 32 minutos do segundo tempo.

O primeiro foi anotado por Pepê no começo do jogo. Por coincidência, um saiu e o outro entrou em campo. Pepê deixou o campo logo aos quatro minutos da etapa final, quando caiu em campo puxando a perna esquerda. Logo ele ficou com a mão na parte posterior da coxa e teve que sair de campo amparado pelos médicos.

O jogador acredita que será difícil participar do segundo jogo. "A fisgada foi forte e o tempo de recuperação é curto. Não sei se vai dar, mas vamos tentar fazer a recuperação. De qualquer forma, o nosso grupo é forte e se eu sair, com certeza, quem entrar vai dar conta do recado".


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895