Grêmio busca virada contra o Palmeiras para conquistar o hexa da Copa do Brasil

Grêmio busca virada contra o Palmeiras para conquistar o hexa da Copa do Brasil

Tricolor perdeu o jogo de ida por 1 a 0 e agora precisa reverter a vantagem do Palmeiras neste domingo, às 18h

Correio do Povo

Diego Souza é a esperança de gols do Grêmio contra o Palmeiras no Allianz Parque

publicidade

O currículo é de dar inveja a qualquer clube do futebol brasileiro. Chegar à nona decisão com chance de alcançar o sexto título faz do Grêmio um especialista na Copa do Brasil. Pentacampeão, o Tricolor entra em campo neste domingo em busca do hexa. O histórico, obviamente, não joga, mas traz ao torcedor o sentimento de confiança em mais uma conquista histórica. A partir das 18h, no Allianz Parque, em São Paulo, o Tricolor encara o Palmeiras na grande decisão.

O Grêmio chega à final sem o status de favorito. Na semana passada, no duelo de ida, o Verdão venceu por 1 a 0 e foi melhor em campo, uma vitória merecida. O resultado obriga o time de Renato Portaluppi a vencer em São Paulo.

Se repetir a diferença de um gol, leva a decisão para os pênaltis. Para ser campeão no tempo normal, o Grêmio necessita fazer dois gols de vantagem. Para o Palmeiras, o empate já basta. Decidir fora de casa não é um problema para o Tricolor, que já foi campeão no Maracanã (1997) e no Morumbi (2001).

Não há dúvida de que o desafio é gigantesco. O adversário se mostra em melhor momento técnico e joga em casa. O Tricolor terá de se superar, melhorar significativamente o seu rendimento coletivo, estar focado nos 90 minutos e, fundamentalmente, contar com um domingo inspirado de seus principais jogadores. Os dois atletas mais talentosos não brilharam na Arena. Jean Pyerre e Pepê, se forem escalados por Renato, precisam dar uma resposta mais efetiva em campo.

O treinador não deu indícios de qual escalação pretende utilizar na final. Nos últimos dois dias que antecederam a partida, o Grêmio ficou concentrado em Atibaia, no interior paulista. Renato aproveitou a privacidade do local para ajustar a equipe taticamente e manter conversas constantes com o grupo. A estratégia em uma final de campeonato também se faz no aspecto psicológico.

Acompanhe a decisão entre Palmeiras e Grêmio no Correio do Povo

O treinador tem a opção de manter a mesma equipe que perdeu o jogo de ida. Mas as mudanças não podem ser descartadas. Um meio-campo com três volantes, tendo Lucas Silva no lugar de Jean Pyerre, é uma possibilidade.

O ingresso de Ferreira também é cogitado. A partir do momento em que o atacante entrou na equipe no segundo tempo na Arena, o Grêmio cresceu na produção ofensiva. A passagem de Alisson para uma função mais centralizada, com Ferreira ocupando o lado direito, foi treinada em Atibaia. Outro que pode ganhar uma vaga no time é Vanderson.

São alternativas que fazem parte do mistério e só serão confirmadas ou não uma hora antes de a bola rolar no moderno Allianz Parque. Independentemente de quem for escolhido, o que o torcedor gremista espera é um time diferente daquele visto na semana passada.

O Palmeiras pode chegar ao seu quarto título de Copa do Brasil. Nos últimos dias, o técnico português Abel Ferreira tem trabalhado para evitar o clima de “já ganhou”. O treinador não conta com o zagueiro Luan, expulso no confronto de ida. Por outro lado, tem à disposição o volante Patrick de Paula, que está recuperado da Covid-19.

Copa do Brasil - 2º jogo da Final

Palmeiras
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Wesley; Luiz Adriano e Rony; Técnico: Abel Ferreira

Grêmio
Paulo Victor; Victor Ferraz (Vanderson), Paulo Miranda, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon e Jean Pyerre (Lucas Silva); Alisson (Ferreira), Pepê e Diego Souza; Técnico: Renato Portaluppi

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
Árbitro do VAR: Igor Benevenuto de Oliveira (MG)

Local: Allianz Parque, em São Paulo
Data: Domingo, 06/03
Início: 18h

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895