Grêmio teme novos atos de vandalismo com eventual absolvição no STJD

Grêmio teme novos atos de vandalismo com eventual absolvição no STJD

Clube será julgado nesta segunda por quebra da estação do VAR no jogo contra o Palmeiras, ainda em outubro

Rafael Peruzzo

Clube será julgado nesta segunda por quebra da estação do VAR no jogo contra o Palmeiras, ainda em o

publicidade

Não bastasse a situação delicada dentro de campo, o Grêmio ainda tem que lidar com os possíveis prejuízos em julgamento a ser realizado nesta segunda à tarde no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A Primeira Comissão Disciplinar vai julgar o caso de invasão de campo no confronto com o Palmeiras, dia 31 de outubro, na Arena. Se for absolvido, o Grêmio poderá ter a presença de público no jogo com o São Paulo, quinta-feira, justamente na partida que pode sacramentar a queda. Há um temor de que novos atos de vandalismo possam acontecer, prejudicando ainda mais o clube.

O Grêmio foi denunciado por “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens” e “deixar de manter o local com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança”. E poderá ser punido com multa de R$ 100 a R$ 100 mil e perda de mando de campo de uma a 10 partidas. 

Caso isso aconteça e o rebaixamento seja confirmado, o Grêmio terá de cumprir a pena na Série B do Brasileiro. A direção trabalhou de forma intensa para que a torcida pudesse voltar à Arena antes do julgamento, mas não obteve sucesso. O clube identificou os 23 torcedores que invadiram o gramado e depredaram a cabine do VAR, entre outros atos de violência.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895