Grêmio vence a LDU por 1 a 0 e larga em vantagem nas oitavas da Sul-Americana

Grêmio vence a LDU por 1 a 0 e larga em vantagem nas oitavas da Sul-Americana

Tricolor segurou pressão na etapa final e contou com gol de Léo Pereira para conquistar resultado positivo na altitude de Quito

Nicholas Lyra

Grêmio vence a LDU por 1 a 0 e larga em vantagem nas oitavas da Sul-Americana

publicidade

Muito pressionado por conta da sequência ruim no Brasileirão, o Grêmio precisava de uma virada de chave para obter um bom resultado na Sul-Americana. E conseguiu. Mesmo jogando na altitude de Quito, o Tricolor segurou uma pressão no segundo tempo e conquistou uma vitória importante por 1 a 0 na noite desta terça-feira, diante da LDU. Com o resultado, o time gaúcho joga por um empate na próxima semana, em Porto Alegre, para avançar às quartas de final da competição. 

O único gol do jogo foi marcado no primeiro tempo. Léo Pereira aproveitou bom cruzamento de Jean Pyerre e, de cabeça, decidiu a vitória para o Tricolor. O jogo de volta contra a LDU acontece na próxima terça-feira, às 19h15min, na Arena. Antes, o Grêmio tem compromisso pelo Brasileirão. No sábado, às 21h, o Tricolor enfrenta o Fluminense, no Maracanã, em jogo válido pela 12ª rodada da competição. 

Léo Pereira marca no primeiro tempo

O técnico Luiz Felipe Scolari mandou a campo uma equipe bastante modificada, diante dos desfalques para o confronto. No ataque, Léo Pereira atuou no lugar do lesionado Ferreira. No sistema defensivo, o lateral Vanderson substituiu Rafinha e o zagueiro Ruan entrou na vaga de Pedro Geromel. Ambos foram poupados por conta do desgaste. No meio, mais uma oportunidade para Jean Pyerre. 

A primeira chance do jogo foi da LDU. Aos 9 minutos, a primeira intervenção do melhor em campo no clássico Gre-Nal do fim de semana. Amarilla recebeu passe de cabeça de Zunino, em condição duvidosa. O bandeira nada marcou, e o atacante da LDU finalizou forte, de dentro da área, obrigando Chapecó a mandar para escanteio, salvando o Grêmio.

No começo da partida, o Grêmio voltou a apresentar os problemas que resultam na péssima campanha do Brasileirão. Abusou dos lançamentos longos, fazendo pelo menos três tentativas em 15 minutos. Todas elas saíram erradas, em tiro de meta, sem qualquer perigo para o gol de Gabbarini.

Assim, a jogada do primeiro gol só poderia sair em contra-ataque. Aos 18 minutos, Lucas Silva, no campo de defesa, acionou Vanderson após escanteio. Ele disparou pelo campo de ataque e inverteu para Jean Pyerre. A bola ficou longa, mas ele evitou a saída na esquerda. O meia levantou a cabeça e cruzou para Léo Pereira testar firme, abrindo o placar para o Tricolor em Quito.

Apesar do gol e da derrota parcial, a LDU foi superior ao Grêmio nos primeiros 45 minutos. Tanto que Chapecó fez mais duas defesas difíceis. A última delas aos 37 minutos, em bom chute de Billy Arce. Ele limpou e bateu forte, colocado, de direita. Chapecó saltou para espalmar para escanteio, garantindo o 1 a 0 do Tricolor ao intervalo em Quito.

Grêmio segura pressão no segundo tempo 

O segundo tempo começou bastante picotado pela arbitragem. O chileno Cristian Garay anotou várias faltas no início da etapa final, o que se mostrou vantagem para o Grêmio, que administrava o relógio e cansava menos, em um jogo na altitude.

E foi o Grêmio quem criou a primeira chance. Pela direita, Vanderson tentou cruzar, mas a bola pegou efeito e assustou o goleiro da LDU, que precisou salvar uma bola na direção do gol. Para tentar mudar o cenário, o técnico da LDU fez logo três alterações aos 10 minutos.

Evetualmente, a altitude fez efeitos e o Grêmio cansou. A LDU, então, passou a empilhar chances. Em dois minutos, foram duas finalizações com muito perigo. Primeiro, Ayala arriscou de longe, e o chute rasteiro passou perto do pé da trave de Chapecó. Depois, Perlaza cruzou da direita e Reasco, que havia acabado de entrar, ganhou de cabeça da zaga e finalizou tirando tinta da trave.

No fim do jogo, a LDU exerceu pressão total. O Grêmio precisou contar com mais intervenções de Gabriel Chapecó, e com o zagueiro Ruan, que chegou a salvar uma bola em cima da linha já no fim do segundo tempo. Assim, o Tricolor segurou o resultado de 1 a 0 para levar vantagem nas oitavas da Sul-Americana para Porto Alegre. 

Veja Também

Copa Sul-Americana - oitavas de final

LDU 0
Gabbarini; Quinteros, Guerra, Luis Caicedo e Ayala; Piovi, Alcívar, Zunino e Jhojan Julio; Amarilla e Billy Arce. Técnico: Pablo Marini

Grêmio 1
Chapecó; Vanderson, Ruan, Kannemann e Bruno Cortez; Fernando Henrique, Lucas Silva Léo Pereira, Alisson e Jean Pyerre; Diego Souza. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Gols: Léo Pereira (18/1T)
Cartões amarelos: Piovi (LDU) Alisson (Grêmio) 
Arbitragem: Cristian Garay (CHI)
Local: Estádio Casablanca, em Quito (EQU)


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895