Grupo do Grêmio se reapresentou com nível físico “razoável”, diz Alexandre Mendes

Grupo do Grêmio se reapresentou com nível físico “razoável”, diz Alexandre Mendes

Auxiliar técnico aguarda liberação do departamento médico para incluir a bola nos treinos

Por
Correio do Povo

Alexandre Mendes acredita que volta ao trabalho é salutar para a parte mental dos jogadores


publicidade

O auxiliar técnico Alexandre Mendes, que é o respondável pelos treinos na ausência de Renato Portaluppi, revelou na manhã desta terça-feira que os testes físicos e fisiológicos mostraram que o grupo do Grêmio se reapresentou com uma condição razoável. Porém, o profissional destacou o empenho e a felicidade dos jogadores de poderem retomar os treinamentos, mesmo com o rígido protocolo imposto pelo departamento médico.

“Eles estão em um nível razoável. Logicamente, tem que ser melhorado. O atleta que trabalha com excelência alta e que quer ter performance dentro de campo precisa estar em atividade, principalmente, sendo melhor orientado pelos profissionais do nível que temos no clube. Está sendo benéfico e, com certeza, teremos ganhos mais na frente com o trabalho que estamos realizando”, revelou Mendes.

Mesmo que Renato Portaluppi tenha ficado no Rio de Janeiro em isolamento, o auxiliar técnico tem conversado seguido com o comandante tricampeão da América para passar relatório sobre os trabalhos desenvolvido nestes primeiros dias. “Ele procura saber de cada jogador. Quem está participando. Quem faltou ou se atrasou, pois é muito rígido nas cobranças. Além disso, precisamos manter ele atualizado sobre os momentos que aumentamos a intensidade ou inovamos nos trabalhos. Mesmo estando no Rio, ele procura organizar, interagir com o departamento médico e com os profissionais que trabalham com os jogadores para buscar o melhor para cada um”, ressaltou.

Alexandre Mendes voltou a destacar a excelência do protocolo desenvolvido pelo departamento médico do clube e revelou que acredita que, se a população tivesse os mesmos cuidados que os jogadores estão recebendo, a situação da pandemia da Covid-19 seria outra. O auxiliar ainda comentou sobre quando será introduzida a bola nas atividades, pois na segunda e nesta terça-feira de manhã chuvosa ocorreram trabalhos físicos.

“Nosso trabalho está sendo pautado em cima dos protocolos médicos. Assim que for sinalizado pelo departamento médico que possamos iniciar um trabalho com bola sem ter o contato ou interação entre os jogadores, vamos iniciar. O contato é diário e todos estamos esperando que seja liberado rapidamente”, declarou.

Manhã chuvosa desta terça-feira foi de treinos físicos no CT presidente Luiz Carvalho - Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP


O Grêmio volta a treinar no período da tarde. No Rio Grande do Sul, 2.808 casos da Covid-19 foram confirmados e ocorreram 105 óbitos. A pandemia atinge 203 municípios e a bandeira na região de Porto Alegre seguirá laranja, pelo menos, até o dia 17, o que obriga os clubes a treinarem de forma individualizada com os seus jogadores.