Mesmo com vitória, Tiago Nunes pode deixar comando do Grêmio

Mesmo com vitória, Tiago Nunes pode deixar comando do Grêmio

Com trabalho questionado, treinador é motivo de debate na diretoria gremista e time precisa responder com boa atuação no domingo

Correio do Povo / Rádio Guaíba

Grêmio não vence há sete partidas na temporada

publicidade

Nem mesmo uma vitória contra o Atlético Goianiense no próximo domingo poderá ser suficiente para sustentar a permanência do pressionado treinador Tiago Nunes. De acordo com o repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, o comandante não é unanimidade nas reuniões do Conselho de Administração gremista. O Tricolor tem sua pior arrancada em Campeonatos Brasileiros da era dos pontos corridos, com dois pontos em seis partidas.  

Sem vencer há sete jogos e na lanterna do Brasileirão, a diretoria fez fortes cobranças ao treinador após a derrota para o Juventude, no Alfredo Jaconi. Em reunião, Romildo e seus pares presentes no local – o vice-presidente de Futebol, Marcos Hermann e o CEO do Clube, Carlos Amodeo – cobraram Nunes, que também fez ponderações no encontro pós jogo que durou mais de uma hora. 

Os argumentos apresentados pelo treinador, conforme Pfeiffer, lhe deram a oportunidade de seguir e promover mudanças na próxima partida. Em coletiva, Romildo afirmou que existe urgência para uma vitória dentro do clube. 

 

Na nova escalação, o Tricolor deve ter muitas mudanças no time que irá a campo contra o Dragão, como as entradas dos jovens Fernando Henrique, Vanderson e Ricardinho e as saídas de Matheus Henrique, Rafinha e Diego Souza. Na 20ª colocação, com 2 dois pontos, o Grêmio está quatro pontos da primeira equipe fora da zona de rebaixamento. No entanto, o time tem dois jogos atrasados contra Cuiabá e Flamengo.

Roger e Felipão como possíveis substitutos

De acordo o jornalista Hiltor Mombach, o técnico do Fluminense, Roger Machado, e o ex-campeão Felipão estão entre os favoritos para a vaga de Tiago Nunes. Antes de ir no atual treinador, a direção sondou Roger, que não aceitou conversas pois cumpre seus contratos. Existe a possibilidade de novo investida. 

No caso de Luiz Felipe Scolari, a homenagem que ele recebeu na calçada da fama gremista aproximou a direção do técnico campeão da Libertadores em 1995. Ele conta com apoio de ex-dirigentes históricos. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895