Morre o ex-jogador do Grêmio Jurandir
capa

Morre o ex-jogador do Grêmio Jurandir

Atacante teve destaque na conquista do título gaúcho de 79 ao "parar Falcão"

Por
Correio do Povo

Jurandir estava internado no hospital Santa Clara tratando de um câncer no fígado

publicidade

Morreu nesta quarta-feira o ex-ponteiro esquerdo do Grêmio, Jurandir, de 67 anos, que ficou conhecido como o “homem que parou Falcão”. O ex-jogador estava internado no hospital Santa Clara, do Complexo da Santa Casa de Porto Alegre, e não resistiu a problemas no fígado. Ainda não há informações sobre as cerimônias fúnebres.

Jurandir iniciou a carreira profissional em 1971 no Esporte Clube Novo Hamburgo, onde ficou por três anos. Em 74, se transferiu para o Caxias. Quatro anos depois, após se destacar no time da Serra, foi contratado pelo Grêmio, onde ficou até 1981. O jogador que, além de ponteiro esquerdo, atuava em várias posições, se destacou ao anular Falcão em um Gre-Nal e ter participação decisiva no clássico que encaminhou o título Gaúcho de 1979.

Em 13 de maio, o técnico Orlando Fantoni escalou Jurandir com a missão específica de marcar Falcão, considerado um dos melhores jogadores da época. Ele foi implacável anulando o ídolo da torcida vermelha. No dia 26 de agosto, Jurandir foi fundamental na vitória no clássico que transformou o Tricolor em virtual campeão. Com menos de 10 minutos a equipe de Fantoni marcou os gols da vitória. Aos sete, após falta cobrada por Éder, Benitez soltou e Jurandir empurrou para o fundo das redes. Três minutos depois, ele deu passe preciso para Baltazar, que se deslocava dentro da área. O atacante driblou Larri e Mauro Pastor e marcou o segundo. Nos acréscimos do segundo tempo, Chico Spina descontou. Com a vitória, o Tricolor abriu 10 pontos para o Colorado e o título foi confirmado com uma vitória sobre o Brasil de Pelotas, no Olímpico.

Após deixar o Grêmio, Jurandir ainda atuou no América-RJ, Águila (El Salvador), Bahia, Brasil de Pelotas, Gaúcho, Internacional-SC, Avaí, Hercílio Luiz e Bagé.