No sufoco, Grêmio supera o Fluminense e vence a primeira no Brasileirão

No sufoco, Grêmio supera o Fluminense e vence a primeira no Brasileirão

De pênalti e aos 44 do segundo tempo, Pinares marcou o gol no Maracanã que tirou o Tricolor gaúcho da lanterna

Correio do Povo

Jogo foi válido pela 12ª rodada do Brasileirão

publicidade

Sofrido e aos 44 minutos do segundo tempo. Assim surgiu a primeira vitória do Grêmio no Brasileirão 2021. Em jogo morno e equilibrado, Pinares, de pênalti, fez o gol que definiu o 1 a 0 sobre o Fluminense na noite deste sábado, no Maracanã, pela 12ª rodada do Brasileirão. O resultado faz com que a equipe gremista deixe a lanterna da competição pela primeira vez – agora é 18ª colocado, com seis pontos e dois jogos a menos. 

Novamente pressionado pela situação na tabela, o time de Felipão fez um confronto duro e de poucas chances com o Flu. Bem postados defensivamente, ambos os times cederam poucos espaços e estavam preocupados em não sofrer gols.

A vitória apareceu no contragolpe. Aos 44 minutos do segundo tempo, o jovem Calegari derrubou o meia-atacante Alisson. Com auxílio do VAR, o árbitro corrigiu a falta, que inicialmente marcou fora da área, e confirmou a penalidade. De volta ao time, Pinares bateu com categoria e garantiu o triunfo.

Aliviado pela primeira vitória no campeonato nacional e em vantagem no placar agregado, o Tricolor volta a campo na terça-feira e encara a LDU, na Arena, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. 

Jogo lento

Morno. Essa é a palavra que define bem o primeiro tempo do duelo de tricolores no Maracanã. Sem novidades na escalação, o Grêmio até se postou bem defensivamente nos primeiros 45 minutos, mas também ofereceu pouco perigo a meta de Muriel. 

Quando tinham a bola, cada equipe optava por trocas passes sempre em seus campos de defesas. Na hora de agredir, as defesas superam os ataques ao longo da primeira etapa. Com os dois times evitando riscos, as emoções passaram longe do Maracanã. Em finalizações certas, somente o Fluminense realizou uma, aos 10 minutos, com Gabriel Teixeira, de fora da área e nas mãos de Chapecó. 

Do lado gremista, o trio Jean Pyerre, Fernando Henrique e Victor Bobsin rodou a bola com qualidade, sustentou boas triangulações. Porém, esbarrou na defesa adversária e faltou criatividade para superar a marcação. Por isso, placar fechado e nenhum trabalho para ambos goleiros. 

Gol salvador no final

A segunda etapa começou mais animada. Dono da casa, o Fluminense se lançou mais ao ataque e rondou a área com jogos mais verticais. Do lado gremista, escapadas em contragolpe apareceram com mais clareza. 

Aos 9, quase um golaço digno de Maracanã. Manoel cortou mal e o lateral Vanderson pegou o rebote. De longe, ele finalizou e a bola explodiu no travessão. A resposta do Tricolor carioca veio em seguida. Após cruzamento de escanteio aos 12, Luccas Claro desviou na trave de cabeça. 

O jogo esfriou novamente ao longo do segundo tempo, mas sempre superior ao primeiro tempo. Quando tinham a bola, ambas equipes procuravam o ataque. Aos 23, uma boa triangulação quase resultou em gol para o Flu. Só que Luiz Henrique escolheu o passe errado e a zaga conseguiu cortar. Abel Hernández entrava livre. 

A partir dos 30 minutos, a bola ficou com o Fluminense e o Grêmio se postou para explorar o contra-ataque. Aos 38, Alisson finalizou para fora após jogada rápida de ataque. Somente aos 40 minutos, Felipão fez suas primeiras trocas: entraram Ricardinho e Pinares nas vagas de Jean Pyerre e Diego Souza.

No sufoco, o gol gremista apareceu. Aos 44 minutos, Calegari derrubou Alisson depois de arrancada em contragolpe. O juiz inicialmente marcou falta fora da área, mas foi chamado pelo VAR para assinalar a penalidade. Na cobrança, Pinares bateu e fez o gol.

Com mais sete de acréscimos, os donos da casa foram só pressão em busca do empate, no entanto o time gremista se retrancou e conseguiu segurar o placar. 

Campeonato Brasileiro - 12ª rodada

Fluminense 0

Muriel; Calegari, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Wellington (Kennedy), Martinelli e Ganso (Yago); Luiz Henrique (Lucca), Gabriel Teixeira (Cazares) e Abel Hernández (Matheus Martins). Técnico: Roger Machado

Grêmio 1

Chapecó; Vanderson, Geromel, Kannemann e Cortez; Fernando Henrique, Victor Bobsin, Jean Pyerre (Pinares), Alisson e Leo Pereira (Ruan); Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Luiz Felipe Scolari 

Gols: Pinares (44min/2T°)
Cartões amarelos: Fernando Henrique e Kannemann (Grêmio) Lucca (Fluminense)
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 17/07, às 21h

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895