Presidente do Grêmio Romildo Bolzan Jr. comemora queda de liminar: "Vitória coletiva"

Presidente do Grêmio Romildo Bolzan Jr. comemora queda de liminar: "Vitória coletiva"

Mandatário tricolor citou estremecimento das relações institucionais com o Flamengo

Correio do Povo

Romildo voltou a criticar o Flamengo

publicidade

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., comemorou a decisão da madrugada desta quinta-feira, que derrubou a liminar obtida pelo Flamengo, para público no Brasileirão. Em entrevista à Rádio Guaíba, ele citou ainda o estremecimento das relações institucionais com o clube carioca.

Após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na noite desta quarta-feira, e que selou a eliminação na Copa do Brasil, Romildo permaneceu no Rio de Janeiro para os desdobramentos. A manutenção da liminar poderia resultar no adiamento da rodada. Na avaliação dele, os interesses do Grêmio foram atendidos. "São conceitos de isonomia, equidade e transparência. É uma vitória coletiva", afirmou.

Na avaliação do presidente, o Flamengo "não conduziu a situação do jeito correto", com atitudes nas quais levou em conta apenas seus interesses. Romildo fez duras críticas: "Vai pagar um preço muito alto, de uma convivência saudável com outros clubes, pela falta de visão e de entendimento daquilo que se refere ao conjunto do futebol brasileiro".

Relações entre Grêmio e Flamengo estão comprometidas

As críticas foram além da atitude no caso da liminar. Romildo destacou que a delegação não foi recebida no Maracanã e que, por conta dos últimos acontecimentos, o Grêmio sequer gostaria de receber o contato dos cariocas. "As relações institucionais com o Flamengo estão seriamentes comprometidas", avaliou.

Sobre a situação dentro de campo, Romildo segue acreditando na recuperação do time na tabela de classificação. E que a atuação diante do Flamengo pela Copa do Brasil não foi ruim. "Vamos superar rapidamente as dificuldades no Campeonato Brasileiro, projetou.

Assim, a rodada do Brasileirão no fim de semana está confirmada. O Grêmio volta a enfrentar o Flamengo, no domingo, às 20h30min, no Maracanã.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895