Thiago Santos minimiza repercussão negativa e garante que vai conquistar o torcedor no campo

Thiago Santos minimiza repercussão negativa e garante que vai conquistar o torcedor no campo

Antes do anúncio oficial, torcida se mobilizou nas redes sociais para criticar contratação do volante pelo Grêmio

Correio do Povo

Jogador foi contratado por suas características de marcação

publicidade

O volante Thiago Santos, de 31 anos, chega ao Grêmio com o desafio de reverter as critícas da torcida a sua contratação. Antes do anúncio oficial, quando seu nome apareceu como provável reforço, o torcedor gremista - ainda frustrado pelo não acerto com o colombiano Rafael Borré - se mobilizou nas redes sociais para que a negociação não ocorresse.

"Claro que quando você chega numa equipe você não espera essas críticas, mas quando se joga em time grande tem que lidar com isso. Se eu aceitei vir para cá é porque quero dar a vida pela equipe (...) Eu entendo a torcida, a torcida sempre quer jogador de peso e acabou que eu vim antes desses jogadores. Eu não quero ganhar ninguém nas palavras, eu vou ganhar dentro de campo. Provando dentro de campo", afirmou ao ser apresentado nesta terça-feira. 

Com características de marcação e contratado para atuar como um "camisa 5", Thiago Santos explica que sua função no campo é diferente dos colegas atuais de posição. "Claro que você não pode me comparar com o Matheusinho, Darlan, Maicon e Lucas. São jogadores de características diferentes, eu vim aqui para marcar, para ajudar a defesa e dar liberdade para os meias e os atacantes. Me cobrem combate e raça dentro de campo". 

Peças importantes do elenco, balizaram a vinda do volante para a Arena, assim como o técnico Renato. "Você ter o respaldo do Kannemann, Geromel e Maicon é honra, são jogadores que sempre gostei de ver jogar. Para mim, trabalhar com um técnico vitorioso como o Renato é motivo de muita alegria. Se ele me pediu é porque sabe que eu posso agregar muito na equipe".

Sem o reforço, o Grêmio joga sua "vida" na Libertadores, na Arena, nesta quarta-feira, às 19h15min contra o Independiente Del Valle. Para se classificar, o Tricolor precisa vencer por 1 a 0, ou por mais de dois gols de diferença. Em caso de empate, ou vitória por somente um tento de vantagem a partir do 3 a 2, os equatorianos passam. Em caso de novo 2 a 1, a vaga na fase de grupos será decidida nas penalidades. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895